Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

INSS e Igeprev avançam em acordos sobre compensação previdenciária

Técnicos se reuniram nesta semana para acertar o Comprev

Emilly Melo

Os técnicos do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará (Igeprev) e representantes do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) se reuniram, na última quarta-feira (18), para acertar a compensação previdenciária (Comprev). 

VEJA MAIS

INSS libera R$ 1.212 para crianças e adolescentes; veja como receber e os requisitos
O auxílio é concedido por meio do Benefício de Prestação Continuada (BPC), programa social que paga um salário mínimo por mês a pessoas com deficiência

Meu INSS: conheça os serviços online da Previdência Social e como acessar
Entenda o que é a plataforma, quem pode acessar e como utilizar os serviços online do INSS.

[[(standard.Article) Igeprev recupera R$ 13 milhões devidos pelo INSS ao Pará]]

O Comprev é um acordo entre o regime que paga a aposentadoria ou pensão do segurado (regime instituidor) e o regime do qual ele soma o tempo de serviço e contribuição (regime de origem). Isso acontece quando um trabalhador contribui para o Regime Geral da Previdência Social (RGPS) e entra para o serviço público estadual. 

A instituição responsável pela aposentadoria tem direito à compensação financeira das contribuições do funcionário ao RGPS. Foram 7.632 requerimentos do Comprev enviados pelo Igeprev ao INSS, desde 2016 até abril deste ano. No entanto, apenas 14 solicitações haviam sido analisadas. Após as tratativas entre os órgãos, em abril, foram deferidos pelo INSS 154 requerimentos, o que resultou em uma receita de R$ 13.771.955,21 ao Igeprev.

Com o acordo, o INSS deve migrar, no sistema Comprev Web, 2.550 requerimentos que estavam em “aguardando análise” para “exigência”, o que possibilita ao Igeprev corrigir distorções identificadas pelas duas equipes nos processos. 

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Keila Ferreira)

Palavras-chave

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA