Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Governo Federal anuncia hoje iniciativas tecnológicas para preservação da Amazônia

Assunto vai ser discutido com o empresário e fundador da SpaceX, Elon Musk, que está no Brasil

O Liberal

Na tarde desta sexta-feira (20), o ministro das Comunicações, Fábio Faria, vai anunciar, durante coletiva de imprensa no Hotel Fasano, em São Paulo, as ações do Governo Federal voltadas para o uso de tecnologia avançada para a preservação da floresta amazônica, com monitoramento de desmatamentos e incêndios ilegais. 

VEJA MAIS

Homem mais rico do mundo, Musk tem encontro com Bolsonaro nesta sexta; Amazônia estará na pauta
Informação foi divulgada pelo Ministro das Comunicações, Fábio Faria

Fábio Faria quer encerrar ano com todas as escolas do Pará conectadas à internet
Ministro das Comunicação concedeu entrevista exclusiva ao Liberal sobre 5G na Amazônia, regulamentação da mídia e eleições 2022

O assunto é o principal tema a ser abordado durante a visita ao Brasil do bilionário Elon Musk, que se reúne com o presidente Jair Bolsonaro, o próprio Faria e outras autoridades do governo, nesta sexta. Na ocasião, Musk deve tratar sobre investimentos na região Amazônica.

Durante a coletiva de imprensa, Faria vai falar também sobre as ações da Anatel em relação aos marcos regulatórios da região Norte e os avanços dos projetos de conectividade para escolas e unidades de saúde em áreas rurais, comunidades indígenas e locais remotos. De acordo com a pasta das Comunicações, a meta é conectar 100% das escolas até o final do ano e fazer com que a tecnologia ajude na preservação da floresta e no desenvolvimento da região.

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA