Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Entenda o que é o modelo de economia criativa

Usando a imaginação humana e a criatividade, esse conceito aposta em soluções criativas para desenvolver a sociedade

Elisa Vaz

Nos últimos anos, entraram em debate diversos modelos econômicos capazes de desenvolver a sociedade de forma mais sustentável. Conceito definido por John Howkins, que leva a criatividade como ponto central em um novo modelo de economia, a economia criativa engloba conhecimento e capital intelectual para criar produtos e serviços. São atividades, ideias e processos que exploram o valor econômico da imaginação humana.

O que é a economia criativa?

A economia criativa também está ligada com a inovação. Afinal, mais do que atender às necessidades dos nossos tempos, ela oferece soluções criativas que contribuem com o desenvolvimento da sociedade.

As quatro grandes áreas da economia criativa são consumo, mídias, cultura e tecnologia. É por meio desses setores que se dá a importância da economia criativa para o desenvolvimento dos países.

Dados da Organização das Nações Unidas (ONU) mostram que a economia criativa é o setor que mais cresce na economia global, por conta do poder inclusivo, transformador e sustentável gerado pela cultura de inovação e pela criatividade.

O legal da economia criativa é que, mesmo com orçamentos apertados e baixos investimentos, a criatividade das pessoas continua funcionando e elas conseguem ter ótimas ideias e criar negócios que exploram sua capacidade intelectual e imaginativa.

Algumas das repercussões positivas são a geração de emprego e renda para as populações e o impacto social das atividades desse mercado.

Palavras-chave

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA