Comerciantes apostam em descontos e divulgação para atrair clientes durante o Natal

Movimento de consumidores que deixou para fazer as compras na última hora é grande em Belém

Fabrício Queiroz
fonte

Lojistas de Belém estão animados com a perspectiva de aumento das vendas na antevéspera e véspera do Natal. Com a liberação para que os comércios funcionem até a meia-noite nesta sexta-feira, 23, e até às 19h, no sábado, os empreendedores projetam um maior faturamento, influenciado principalmente pelas compras daqueles consumidores mais atrasados.

VEJA MAIS

image Lojistas de shopping de Belém esperam aumentar as vendas em 50% nesta sexta-feira (23)
Movimento foi considerado bom nesta quinta, mas a expectativa é de ainda mais consumidores na antevéspera do Natal

image Comerciantes esperam dobrar as vendas até o Natal
Consumidores lotaram ruas do comércio de Belém em busca de presentes

image Lojistas do centro comercial de Belém ainda esperam incremento nas compras de brinquedos
Para os comerciantes, consumidores devem procurar o comércio com mais intensidade nesta quinta e sexta-feira

Nas primeiras horas da manhã, o clima ainda era de tranquilidade no centro comercial, mesmo assim atraiu clientes como o encarregado Arivaldo Souza, 40, que estava em viagem a trabalho e, por isso, acabou deixando para comprar presentes para si e para a família nas últimas horas. “Só hoje é que eu tive a oportunidade de vir aqui e me deparo com esse movimento muito grande, como é tradicional nessa época. Cheguei aqui às 8h e espero que até o começo da tarde eu já tenha conseguido todos os meus objetivos. Ainda tem muita coisa pra comprar, tenho que levar brinquedo para o meu filho e umas lembranças para todos os parentes”, contou.

image Arivaldo Souza aproveitou uma folga do trabalho para fazer as compras de Natal (Ivan Duarte / O Liberal)

Para atrair esses fregueses, algumas lojas apostaram em propagandas mais ostensivas. Em um comércio de confecções femininas localizado na travessa Padre Eutíquio, por exemplo, uma grande faixa com anúncio de liquidação chamava atenção de quem procurava por presentes na região. “A liquidação é sempre uma forma de chamar mais clientes. Estamos oferecendo descontos de 20% a 50% para pagamento em dinheiro ou pix. O pessoal é sempre atraído por essas promoções”, afirma a gerente Nete Ribeiro, que destaca ainda que a movimentação costuma aumentar até o Natal.

“A tendência é melhorar até porque já são os últimos dias antes do Natal, então a gente espera um grande público, principalmente esses que deixaram para comprar em cima da hora. Eu trabalho no comércio há 10 anos e sempre foi assim”, comenta a gerente Nete Ribeiro.

image Algumas lojas anunciaram descontos e até liquidação para atrair os clientes (Ivan Duarte / O Liberal)

Da mesma forma, Dorival Santa Brígida, que é proprietário de uma loja especializada em roupas e artigos inspirados em cultura nerd, diz que as expectativas são as melhores, já que as vendas não foram abaladas com a grande incidência de chuvas nos últimos dias.

“A nossa estratégia é buscar se diferenciar. Utilizamos muito as redes sociais e investimos na qualidade dos produtos para nos destacar no meio de tanta concorrência. Além disso, tem que também oferecer descontos, ofertas e um bom atendimento que sempre faz toda a diferença”, pontua o empresário.

image O lojista Dorval Santa Brígida está otimista com aumento das vendas até sábado (Ivan Duarte / O Liberal)

A divulgação nas redes sociais e aplicativos de mensagem também tem sido uma estratégia adotada pela loja de roupas masculinas em que trabalha a vendedora Brenda Leão. Segundo a funcionária, o trabalho tem tido efeito e há esperança de que mais vendas ocorram até sábado. “Mesmo com chuva o povo está vindo. A nossa expectativa para este ano está a mil. O pessoal costuma deixar tudo pra cima da hora, tanto é que ontem e hoje o fluxo está bem maior e esperamos que continue assim até a véspera do Natal”, pontua.

Economia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA