Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Candidatos se preparam para concursos abertos no Pará

Cursos esperam aumento de alunos que vão tentar uma das quase sete mil vagas

Laís Santana

As 6.773 vagas em concursos públicos que serão ofertadas pelo Governo do Pará este ano prometem aquecer a procura por cursos preparatórios em Belém. Nas escolas, turmas para os certames em andamento estão com as atividades em dia já planejando na preparação para os editais que ainda vão ser lançados.

“Os concursos anunciados já são do conhecimento dos que vivenciam o mundo dos concursos, pois existe todo um processo que antecede o edital de inscrições. A escolha da banca, por exemplo, foi muito divulgada e com isso os cursos já vem preparando candidatos para estes concursos públicos”, afirmou Petronio Castro, diretor de curso preparatório na capital paraense. 

Os cursos para concursos esperam que os próximos meses sejam positivos, após o adiamento e cancelamento de muitos concursos durante a pandemia. 

“A expectativa para o segundo semestre é boa e é importante para movimentar o setor que devido à pandemia tem sofrido bastante com a escassez de concurso”, ressalta Castro. 

Na avaliação de Waldomario Melo, diretor de um curso preparatório para concursos também em Belém, o número de vagas nas turmas tende a ficar mais escaço devido às medidas de contenção da Covid-19. 

“Esperamos sempre bastante procura, chega o momento em que não temos mais vagas. Antes da pandemia as nossas salas ficavam com a sua capacidade máxima, agora esse quantitativo será menor”, pontua. 

Durante a pandemia, as instituições também tiveram que se adaptar para continuar oferecendo turmas preparatórias. Sistemas de transmissão ao vivo, infraestrutura e materiais didáticos foram alguns dos investimentos feitos para manter os negócios. 

Dessa forma, é possível se preparar sem sair de casa, pois muitos cursos oferecem turmas online e material digital. Para garantir uma das mais de 6,7 mil vagas, Waldomario Melo aconselha aos candidatos que iniciem a preparação quanto antes.

“A tendência nesse momento é o candidato a pleitear uma vaga começar a preparação imediatamente, verificando o último edital daquele concurso pretendido. Dali o concurseiro já tem uma base do que vai ser cobrado no próximo”, destaca.

É o que pretende fazer o advogado Mario Pantoja, 32 anos. Ele espera pelo concurso da Procuradoria Geral do Estado (PGE), previsto para o segundo semestre. Outros órgãos da administração estadual também estão preparando os editais para novos concursos públicos ainda este ano. 

"Para quem se dedica ao universo dos concursos, a pandemia causou uma grande bagunça no planejamento de estudos e provas. Mas espero que essa promessa do governo seja mantida e que novas oportunidades sejam abertas para quem almeja ingressar na administração pública", acrescenta. 

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA