Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Webdocumentário conta a história de artistas da periferia de Belém

Este primeiro episódio conta a história e apresenta o trabalho de seis artistas

Bruna Lima

Artistas dos bairros do Jurunas e Barreiro tiveram a oportunidade de mostrar suas artes para o mundo por meio do webdocumentário “Arte e Cidadania: Caminhos que se cruzam em Belém do Pará”, que já está com o primeiro episódio disponível. Quem quiser conferir, é só acessar o link 

Este primeiro episódio conta a história e apresenta o trabalho de seis artistas, sendo Carol Magno, Ordep e Samu Periférico, do Jurunas; e Laura Sena, Amazônia e Núcleo Sociocultural e Ambiental São Joaquim, representado pelo músico Manoel Fonseca, do Barreiro.

O webdoc mostra como a produção dos artistas está entrelaçada à história e à cultura dos seus bairros, e como suas iniciativas promovem um exercício de cidadania com a população. Tudo isso divulgado por meio de múltiplas linguagens: fotos, textos e vídeos compõem juntos toda essa narrativa.

Para os artistas, o documentário é uma oportunidade de dar mais visibilidade aos seus trabalhos, que fazem a diferença na realidade dos seus bairros, e trazer uma outra visão sobre o que é produzido nas comunidades.

“Achei uma ideia brilhante difundir a cultura que existe na periferia paraense e seus artistas, o povo que faz de fato a cultura e que transforma a vida e os olhares da sociedade como um todo”, comenta Laura Sena, uma das artistas participantes do webdoc.

Para José Arnaud, diretor geral do webdocumentário, a produção tem sido uma experiência rica que permite uma aproximação com pessoas e realidades que muitas vezes não possuem visibilidade e não chegam ao conhecimento da população de Belém. “Só a arte para propiciar isso para a gente, esse diálogo entre as periferias e os artistas de Belém”, comenta.

O diretor também conta que cada episódio do webdoc aborda um subtema, totalizando seis: A Arte e seus artistas; Barreiro e Jurunas: o chão por onde andamos; Porque produzir arte na periferia de Belém? O percurso artístico e sua relação com a periferia; Atravessamentos cotidianos: a vida em comunidade; e De sonho em sonho se transforma a realidade.

“A linguagem do webdocumentário está nos proporcionando a liberdade de criar por várias frentes. Assim a gente consegue ter uma profundidade maior na abordagem de cada subtema”, acrescenta Arnaud.

A produção promove ganhos não apenas para os artistas que participam do webdoc, mas também para toda a cidade, já que abre a possibilidade de debate sobre quem são as pessoas que estão nas periferias de Belém.

O webdocumentário é uma ação do Projeto "Arte Cidade Saia - Web em Movimento", realizado pela ONG Rádio Margarida. A iniciativa já realizou oficinas de produção multimídia com jovens de 16 a 21 anos, também dos bairros Jurunas e Barreiro.

O projeto, que tem o patrocínio da Equatorial, por meio da Lei Semear, tem como objetivo promover a cultura, a cidadania e o protagonismo de jovens de bairros da periferia da capital paraense.

 

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA