Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Novela 'Vereda Tropical' chega ao catálogo do Globoplay

Trama de Carlos Lombardi foi exibida originalmente em 1984 e conta no elenco com Lucélia Santos, Marieta Severo, Cristina Pereira e Marcos Frota

O Liberal

Uma trama bem-humorada, ambientada em São Paulo, que tem como tema central as relações familiares, ‘Vereda Tropical’ fez enorme sucesso quando foi exibida originalmente entre 1984 e 1985.

Com autoria de Carlos Lombardi, sua primeira novela como autor principal, a produção dirigida por Jorge Fernando e Guel Arraes passa a integrar o projeto de resgate dos clássicos da dramaturgia do Globoplay.

Lucélia Santos, Walmor Chagas, Marieta Severo, Marcos Frota, Cristina Pereira, Luiz Fernando Guimarães, Regina Casé, Rosamaria Murtinho, Paulo Betti são alguns dos nomes que fazem parte do elenco.

A história gira em torno de Silvana (Lucélia Santos), jovem operária da fábrica de perfumes CPP, que exerce uma função de liderança no trabalho. Lá, ela conhece Victor (Lauro Corona), filho do dono da empresa, Oliva (Walmor Chagas), se apaixona por ele e acaba engravidando. Às vésperas do parto, Victor abandona Silvana, que em seguida dá à luz Zeca (Jonas Torres).

Ainda nos primeiros capítulos da trama, Victor morre e o avô paterno de Zeca decide disputar a guarda do menino com Silvana. Oliva é um homem poderoso, viúvo e pai de Victor e mais três filhas: Catarina (Marieta Severo), Verônica (Maria Zilda) e Gabi (Cristina Pereira). Quando o único filho morre, ele tanta ganhar a guarda de Zeca, seu neto, para fazer dele seu sucessor.

O desejo de Oliva acirra a briga entre as irmãs pelo controle da empresa de perfumes. Catarina é a mais velha das três filhas. Ela foi abandonada pelo marido, com quem tem Téo (Marcos Frota), e por isso voltou a viver na casa do pai. Ela é a diretora da empresa e, apesar do sucesso, ela não suporta a linha de produtos populares da CPP.

Sentindo-se ameaçada com a chegada de Zeca à família, Catarina alerta as irmãs sobre o risco de perder o controle da empresa para o filho de Victor. Verônica não liga para a empresa, é solteira, sensual e gosta de curtir a vida com o dinheiro do pai.

Já Gabi, a mais nova, é a que mais parece com Oliva. É irreverente e geniosa, fala o que lhe vem à cabeça, sem se preocupar com as consequências.

Cristina fala sobre sua personagem na trama. "A personagem era a caçula de três irmãs e um irmão e gostava de fazer experiências químicas. Ela tinha uma grande amiga, Leo, interpretada pela Cristina Mullins, que fazia dupla com ela nas suas loucuras e aventuras. Lembro muito das conversas sobre teatro com Walmor Chagas que era meu pai na novela, Oliva, um empresário. Gabi era filha adotiva, mas se parecia muito com o pai", relembra.

Muitas novelas estão sendo revisitadas no momento. Mas Vereda foi exibida há mais de 35 anos e só teve uma reexibição, nos anos 80 também. Cristina destaca o que o público pode esperar da trama. "A linguagem supermoderna para a época e, portanto, atual. Muito bem escrita! Carlos Lombardi como autor e Silvio de Abreu como supervisor. Um elenco excelente".

A história ainda traz o núcleo da Vila dos Prazeres, onde mora o jogador de futebol Luca (Mario Gomes), que se envolve com Silvana e Verônica ao longo da trama. A mesma vila abriga também a cantina italiana comandada por dona Bina (Georgia Gomide), que reúne os operários da fábrica de perfumes.

Televisão
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM TELEVISÃO

MAIS LIDAS EM CULTURA