Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Paulo Martins dá os primeiros passos na carreira solo

O artista do Jurunas já tem data para soltar o primeiro single autoral ao lado de Pelé do Manifesto

Bruna Lima

O cantor e compositor paraense Paulo Martins, residente do bairro do Jurunas, vive um momento de recomeço na carreira de samba e pagode. O artista iniciou o trabalho solo e está feliz com as produções e agendas de shows. Ele já promete mostrar ao público, no próximo mês de agosto, uma música de autoria própria que conta com a participação de Pelé do Manifesto, rapper também morador do Jurunas.

Paulo conta que sempre foi amante de música e começou a carreira como musicista e tocava em várias bandas de samba e pagode de Belém. Até que em 2020, quando começou a pandemia, resolveu criar o próprio grupo, o "Pagode da comunidade", e mostrou a sua versão cantor.

"A gente começou a fazer várias lives e eu no comando da voz, pois apesar de ser músico sempre gostei dessa posição de cantor e o pagode da comunidade me ajudou a dar início a esse sonho", destacou o artista.

Nesse momento atual, em que os estabelecimentos flexibilizaram,Paulo resolveu sair do grupo e iniciar a carreira solo. " Está sendo um momento muito bom e estou recebendo apoio de vários grupos locais e isso é muito positivo para o movimento do samba e pagode", pontuou.

Esse início já resultou em algumas regravações como "Nossa história de amor" do Nosso Tom, "Lucidez" de Arthur Espíndola, e entre outras canções. Paulo disse que as regravações dão uma cara diferente para as canções e foram bem aceitas pelo público. "Eu tive um retorno positivo da galera que curte o gênero. Já comecei bem essa nova fase", completou o artista.

Com relação a agenda, Paulo disse que está cantando nas principais casas de shows do gênero como Vitrine, Casa Samba, Ibiza e os compromissos começam na quarta e vão até o final de semana.

E os planos para o mês de agosto é de lançar a música autoral "Obrigado meu Deus", que conta com a participação do vizinho e amigo, Pelé do Manifesto. A música vem acompanhada do clipe que foi gravado na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro. 

"Esse clipe foi gravado no final de 2020, estávamos no Rio de Janeiro e fizemos essa gravação. A intenção era de gravar aqui e lá, mas não deu. O Pelé é um cara que admiro muito, gosto do trabalho dele e estou muito feliz com essa parceria", comemora Paulo. 

Além dessa canção, Paulo também já tem a composição "Vagabundo", música gravada por algumas bandas paraenses. Paulo pretende juntar as músicas autorais e lançar o primeiro EP até o próximo mês de novembro.

 

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA