Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Outeiro encerra festividade de São Jorge com samba e feijoada

A festa começou dia 17 e encerra neste domingo (24) com distribuição de feijoada e show do grupo Fé no Batuque.

Bruna Lima

No dia do padrinho dos sambistas, São Jorge, comemorado dia 23 abril, o Brasil todo fica em festa. E em Belém, a data também é marcada por música, celebrações e rodas de samba. Uma grande festividade vem sendo realizada desde 2019, no Terreiro Recanto dos Orixás e Mãe Mariana, em Outeiro. A festa começou dia 17 e encerra neste domingo (24) com distribuição de feijoada e show do grupo Fé no Batuque.

Suely Tanaka, conhecida como Mãe Suely de Yansã, Mãe de Santo da casa e devota de São Jorge, que é uma das responsáveis pela programação, explicou que a reverência para São Jorge já faz parte de uma tradição do terreiro, mas em 2019 ela resolveu expandir e colocar a devoção para a rua com o objetivo de resgatar a devoção ao Santo na ilha de Outeiro, promover a cultura afro, gerar assistência à comunidade e combater a intolerância religiosa. 

Com a pandemia, a procissão não ocorreu nos dois últimos anos, mas a mãe Suely explicou que o retorno foi positivo e bem aceito. "As religiões de matriz africana sofrem com preconceito e violência, por isso, achamos importante levar um pouco mais da nossa religiosidade para as ruas, pois dessa forma levamos também mais informação", destaca Suely Tanaka.

Sobre o sincretismo de São Jorge com Ogum, Suely explica que São Jorge e Ogum representam a força de luta. São Jorge ainda é tido como padroeiro dos sambistas e dos militares.

"Essa é a primeira edição da festividade voltada a este Santo tão amado pelo povo brasileiro, em onze anos de terreiro, e gostaríamos de convidar a comunidade e população em geral devota do Santo e do Orixá para esta homenagem”, disse.

No sábado, 23 de abril, Dia de São Jorge e Ogum, um tambor será realizado em homenagem ao Orixá. No domingo, 24, a festividade encerra com show do grupo Roda de Samba Fé no Batuque e entrega da Feijoada de Ogum, distribuída anualmente pelos religiosos aos moradores de Itaiteua.

Para Geraldo Nogueira, vocalista e fundador da roda de samba Fé no Batuque, celebrar o santo é significativo, pois faz parte da religiosidade dos integrantes do grupo. "Desde o início do grupo nós colocamos a imagem de São Jorge e do seu Zé na nossa mesa, pois é uma forma de homenagear e de nos sentirmos protegidos", destaca o músico.

O Terreiro Recanto dos Orixás e Mãe Mariana fica localizado na Estrada do Itaiteua, Rua Evandro Bonna, Nº 3380 - Itaiteua - Belém.

Como chegar?

Por no GPS: “Evandro Bona, 3380” ou “Terreiro Recanto dos Orixás” ou “Tanaka Hidroponia”.

Balsa (Icoaraci) funciona 24h, lancha (Icoaraci) de 05h às 23h e navio Belém-Outeiro (Terminal Hidroviário de Belém) às 13h.

Pontos de referência: Estrada do Itaiteua e Rua da Escola de Pesca.

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA