Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Nilson Chaves e Allex Ribeiro cantam juntos em Bragança

O show será neste sábado, 18, no Festival de Música Empório Amazon.

Enize Vidigal O Liberal

Um duo inesperado de estilos diferentes, uma amizade profunda de duas gerações da música paraense. Assim é o encontro musical de Nilson Chaves, um dos maiores representantes da música amazônica da atualidade, com Allex Ribeiro, cantor e autor de letras sarcásticas fortemente influenciado por Raul Seixas que vem despontando de Bragança para o cenário nacional. Nilson Chaves e Allex Ribeiro se apresentam no Festival de Música Empório Amazon, em Bragança, neste sábado, 18, a partir das 21h.

Allex Ribeiro abre o show deste sábado cantando sozinho, inicialmente, as músicas do álbum autoral “Verbalóide”, recém lançado. Em seguida, Nilson Chaves toca os sucessos da carreira, também sozinho. E, na sequência, os dois dividem o palco cantando músicas um do outro e também as canções que já produziram juntos, como as canções “Eu Sou de Bragança” (Nilson) e "Sina versus Sonho" (Allex e José Aremilton), que estão no EP do artista capanemense, “O amor que acreditei de porre”, de 2020.

“Será um show acústico, de voz e violão, com a participação especial do percussionista Alcides Alcântara”, antecipa Nilson. “É um show que a gente vem fazendo em alguns momentos, fizemos em São Paulo, mas esse é um pouco mais longo em Bragança, com as músicas da minha história e da história dele também”, completa.

“Cantamos juntos para celebrar a vida”, afirma Allex. “Nilson é um querido. Tenho uma relação com ele muito bonita, tipo pai e filho”. Os dois já têm músicas novas para mostrar em breve. “São coisas bem líricas que a gente costuma fazer. Mando a letra e ele faz a melodia. Normalmente, ele também inclui versos bonitos”.

Parceria

A parceria de Nilson e Allex tem sido profícua. “Sina versus Sonho” ganhou videoclipe e documentário sobre esse encontro musical. Allex revela que sonhava em gravar com Nilson desde a adolescência. Na produção de “Verbalóide”, lá estava Nilson dando a colaboração luxuosa ao projeto. “Ele sempre tá participando de alguma forma”, conta Allex. Nilson também apresentou o novo parceiro a Zeca Baleiro, com quem a estrela maranhense costura novas produções, incluindo um álbum conjunto.

“Eu sempre tô ligado nos artistas novos, tem o Lucas Lima e a Ana Letícia que também são promessas positivas. O Allex é uma surpresa que já é realidade, com um trabalho maduro, criações, composições muito boas, um intérprete excelente, um timbre de voz bonito”, elogia o autor de “Sabor Açaí”.

“A gente fez uma parceria muito legal. Ele é um cara que tem um astral muito bom, é muito legal a gente poder fazer esse trabalho juntos, claro, mantendo cada um a sua individualidade, pois o Allex tem um trabalho mais urbano, mas isso não impede em nenhum momento da gente fazer um trabalho juntos como a gente tem feito”, avalia Nilson.

“Nilson, além de ser o maior divisor de águas da minha carreira, é também um dos maiores ídolos da minha música. Quando eu era criança, minha mãe tinha o disco ‘Dança de tudo’, do Nilson. Aquela voz doce, diferente, incrível, mexia com meu coração”, recorda Allex. “Esse gênio fez o milagre de me fazer gravar com ele e me ajudou abrindo muitas portas. Eu amo o Nilson Chaves.”

Palavras-chave

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MÚSICA

MAIS LIDAS EM CULTURA