Música instrumental é a atração de domingo na Estação Cultural de Icoaraci

O repertório, fica a cargo de músicos da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz e Amazônia Jazz Band

Redação Integrada do Grupo Liberal, com informações da Agência Pará

Em mais uma edição da "Estação Musical", o distrito de Icoaraci, em Belém, recebe no domingo (18), a partir das 18h, os músicos da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP) e Amazônia Jazz Band, que levarão ao público música instrumental, gratuitamente.

O quarteto desta semana é composto por Andrei Matos (violino), Victor Slayer (flauta), Magno Morais (percussão) e Edgar Matos (piano). As apresentações ocorrem semanalmente, com o objetivo de descentralizar o acesso à cultura e arte na capital e expandir a música instrumental por outras áreas da cidade.

Nesta semana, o repertório dos músicos incluirá ritmos de diferentes regiões do Brasil. Iniciando pelo Norte, com "Esse Rio É Minha Rua", dos compositores paraenses Paulo André e Ruy Barata, prosseguindo pelo Nordeste, com "Assum Preto" e "Asa Branca", de Luiz Gonzaga.

Músicas clássicas da MPB também integram o repertório, com "Carinhoso" e "Eu Sei que Vou te Amar", de Pixinguinha e Vinícius de Moraes e Tom Jobim, respectivamente.

Segundo o pianista Edgar Matos, esse movimento de levar a música instrumental a espaços afastados do centro da capital é muito importante para a disseminação do gênero. "O que a cidade precisa é de eventos como esse, com música sem pretensão, o simples ato de fazer música. Lá a gente tem oportunidade de tocar gêneros diferentes do que toca todo dia nas rádios. Então, é bem importante poder fomentar esse momento da música instrumental fora dos centros de Belém", ressalta.

Andrei Matos, violinista da OSTP, informa que as canções são selecionadas para que a população tenha acesso à música instrumental. "Escolhemos um repertório que abrange várias vertentes, justamente para que as pessoas conheçam esses ritmos. Vamos tocar músicas eruditas e depois migramos para estilos mais populares, nacionais e internacionais", adianta.

Porto Musical

E neste sábado (17), a partir das 18h, a mais nova edição do Porto Musical apresentará música instrumental erudita e popular no Parque Urbano Belém Porto Futuro. Até dezembro, semanalmente, músicos da Amazônia Jazz Band (AJB) e Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz farão apresentações no espaço. Esta semana, o som ficará por conta do trio composto por Eduardo Lima (saxofone), Edgar Matos (teclado) e Cláudio Costa (percussão).

Com repertório diversificado, os visitantes do Porto Futuro poderão curtir o pôr-do-sol com músicas clássicas da Bossa Nova dos anos 60, como "Corcovado", "Garota de Ipanema" e "Wave", do maestro carioca Tom Jobim. Mas o trio também passeia por outros ritmos, com som inesquecíveis dos anos 1980 e composições paraenses como "Foi Assim", de Paulo André e Ruy Barata, eternizada na voz de Fafá de Belém.

A escolha das músicas, segundo Edgar Matos, pianista da Amazônia Jazz Band, é para fugir um pouco das músicas da rotina. "A gente tenta tocar sempre música da cultura paraense e misturar com um pouco de bossa nova e jazz, sem se distanciar do clássico. Trazemos estilos que as pessoas não têm oportunidade de ouvir nas rádios", explica o músico.

Agende-se:

Porto Musical

Sábado (17/10), às 18h
Parque Urbano Belém Porto Futuro - Bairro do Reduto
Entrada gratuita

Estação Musical

Domingo (18), às 18h
Local: Estação Cultural de Icoaraci (Rua Padre Júlio Maria, 937-995, bairro do Cruzeiro)
Entrada franca

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA