Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Keila lança o clipe de 'Brega Night Dance Club' com Luísa e Os Alquimistas

A cantora e compositora do tecnobrega paraense tem feito uma série de parcerias.

Enize Vidigal

Treme Keila (ex-Gang do Eletro) segue fazendo várias conexões artísticas pelo Brasil. Nesta terça-feira, 4, ela lança o videoclipe do novo single "Brega Night Dance Clube", em parceria com Luísa e Os Alquimistas, banda do Rio Grande do Norte. A faixa já está nas plataformas de áudio. Há dois meses, a cantora e compositora paraense fez outro lançamento com a banda Mulamba, formada por musicistas de Curitiba e São Paulo, cuja vocalista Amanda Pacífico é paraense, que foi a música “Revolução”.

“Gosto de me conectar, aproveitar o privilégio de trocar com outras culturas. Belém é pop e precisa se conectar com outras culturas. Onde ponho o pé e digo que sou de Belém, o povo fica louco”, descreve. “Tenho outras parcerias que lancei também com pessoas de vários estados e também com holandesa, albanês, angolana... Acho o máximo trazer essas sonoridades e culturas diferentes para o meu público e levar a minha sonoridade e cultura para outros lugares e, assim, a gente vai pregando a palavra do tecnobrega pelo mundo”.

Ouça aqui.

Em "Brega Night Dance Clube", Keila e Luísa e Os Alquimistas fundem a cultura popular do Norte e do Nordeste num tributo às aparelhagens. "Lambada, arrocha, brega funk, pagodão, toca forró. Tecnobrega, pisadinha, batidão e carimbó", anunciam os versos. O single ganhou um clipe de estética punk, distópica dirigido por Matheus Almeida e contemplado pela Lei Aldir Blanc, cujas cenas mergulham em uma piscina e surgem em um mundo fantástico.

Em 2019, Luísa fez participações em shows de Keila, em São Paulo. As duas compuseram “Brega Night Dance Club” em janeiro de 2020, naquela capital. “A letra fala de um grupo de mulheres que marca para se encontrar na boate que toca todos os ritmos populares”, detalha Keila.

"Tudo brotou (composição) de maneira muito fluida e depois fomos encorpando este beat. Nele, a gente consegue trazer as referências de pesquisas que estamos fazendo sobre o brega e o que pode ser um brega punk", revela Luísa. "Eu bebo muito do tecnobrega e é emocionante fazer um feat com uma das maiores referências do Brasil", comemora Luísa. “A onda especial além do diálogo entre mulheres é realmente enaltecer essa conexão do brega, o tecnobrega e o brega funk", completa a paraense.

Mulamba-

“Revolução” é uma faixa originalmente composta por Keila que ganhou arranjos de violino, guitarra e vocal da Mulamba. A letra exalta a força da revolução feminina. “Eu circulo muito no Brasil inteiro fazendo shows no Rio e São Paulo e vou conhecendo outros artistas. A música ‘Revolução’ ia entrar no disco Malaka. Elas me procuraram em 2019 para gente fazer algo juntas e mostrei essa música que é a cara delas e adoraram”, recorda Keila. Elas aproveitaram a vinda da banda para fazer um show em Belém e gravaram a faixa em estúdio.

Ouça aqui.

‘Nós somos a Revolução’, diz a música que convoca as mulheres a assumirem o protagonismo dentro da sociedade incentivando a ocupar lugares majoritariamente ocupados por homens. A faixa produzida por Felipe Pomar, conecta o pop, o tecnobrega e o rock.

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MÚSICA

MAIS LIDAS EM CULTURA