Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Compositores de 'Apaixonada' dizem que regravação de Pabllo Vittar não foi autorizada

Manu Bahtidão e Deyvide Carvalho assinaram nota que falam sobre negociação com a produção de Pabllo

Lucas Costa

Após uma declaração onde revelou não ter sido creditada como compositora na canção "Apaixonada", regravada pela cantora Pabllo Vittar em seu disco mais recente, Manu Bahtidão publicou uma nota de esclarecimento no final da tarde desta sexta-feira (9). Entre uma série de pontos, a nota diz que a regravação de Pabllo não foi autorizada pelos compositores.

Além de Manu, também assina a nota Deyvide Carvalho, que compôs a música com Manu. Diferente da cantora, Deyvide é o único creditado como compositor da música nos serviços de streaming, tanto na versão de Pabllo quanto da Banda Batidão.

Créditos da canção 'Apaixonada', nos perfis de Pabllo Vittar e Banda Batidão no Spotify (Reprodução/Spotify)

Na nota de esclarecimento, assinada também pela MA Produções, que administra a carreira de Manu, diz que "em 2019, por intermédio da A3 Entretenimento, a produção da artista Pablo Vittar, já havia demonstrado interesse em gravar a música 'Apaixonada', no entanto, a negociação para um feat Manu/Pablo Vittar, acabou não acontecendo".

O texto diz ainda que os artistas foram pegos de surpresa com o lançamendo de Pabllo, no último dia 25 de junho deste ano, que a MA Produções "não tem conhecimento de qualquer autorização por parte da editora da canção".

LEIA MAIS

Manu Bahtidão acusa Pabllo Vittar de regravar hit paraense sem dar crédito: ‘Rapariga’ Novo álbum da cantora e drag queen homenageia música do Pará e teve apoio de artistas como Valéria Paiva

Em conexão com o Pará, Pabllo Vittar canta Companhia do Calypso e Banda Ravelly em novo álbum 'Batidão Tropical", novo álbum da artista, chegou trazendo o gostinho da musica paraense do início dos anos 2000

Ainda sobre autorização, Manu e Deyvide Carvalho, autores da música, "esclarecem que, em nenhum momento, a gravação foi autorizada, o que é imprescindível em qualquer regravação".

O disco "Batidão Tropical", lançado por Pabllo Vittar no dia 24 de junho, traz seis regravações de músicas paraenses que fizeram sucesso no início dos anos 2000. No disco, a cantora celebra a infância que passou no Pará, quando morou no município de Santa Izabel e teve forte influência da música do local. No disco, Pabllo interpreta canções de Companhia do Calypso, Banda Ravelly e Banda Batidão.

À época do lançamento, em uma entrevista coletiva concedida por Pabllo Vittar no dia 25 de junho, ela disse que trazia lembranças muito positivas de todas as canções que regravou, e agradeceu as bandas que gravaram as versões originais, por terem autorizado a regravação por ela.

"Primeiro, eu ia gravar apenas para mim, para usar em alguns shows. Depois pensei que não poderia usar isso apenas para shows e começamos a ir atrás das autorizações. Do fundo do coração, agradeço a cada banda que me deixou gravar as músicas. Elas fazem parte da minha vida, da minha essência", declarou Pabllo à época.

Veja a nota de Manu na íntegra:

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MÚSICA

MAIS LIDAS EM CULTURA