Banda paraense Delinquentes faz mini turnê em São Paulo e lança clipe 'Brasil Mitômano' ao vivo

A banda de hardcore fará vários shows no Estado do sudeste nesta semana entre os dias 13 e 15.

Vito Gemaque

Uma das mais antigas bandas de rock autoral no Pará em atividade Delinquentes se prepara para uma turnê em São Paulo nesta semana. O grupo paraense fará quatro shows nas cidades de Santo André (13), Jandira (14), e na capital São Paulo (14 e 15). Recentemente, eles lançaram o clipe da música 'Brasil Mitômano' gravado ao vivo no Facada Fest III.

"A gente já estava querendo dar uma circulada. Faz tempo que a gente não vai para São Paulo. Aproveitamos o lançamento do disco e que entramos com uma formação nova, com a aquisição de um novo guitarrista que foi o Paulo Henrique. Isso deu uma revigorada e esse gás para aparecer um pouco mais lá fora", conta o vocalista Jayme Katarro.

Neste ano o Delinquentes chegou a participar dos festivais Psica, Posession e o Facada Fest. A banda não realizava shows em São Paulo há aproximadamente dez anos. "A gente está super ansioso. Para a gente toda viagem é importante. Esse ano fomos para São Luís, tocamos em um show grande com os irmãos Cavallera, levando os discos na íntegra", destaca. "Quando vamos viajar para outro lugar vamos tocar para um público novo, outras pessoas vão sacar a gente pela primeira vez, por isso estamos ensaiando direto para fazer um show com vontade e garra", declara.

Recentemente a banda Deliquentes lançou o clipe 'Brasil Mitômano' gravado em duas partes. Parte foi feita nas manifestações que se seguiram quando o festival foi proibido de ser realizado na praça Felipe Patroni, em julho deste ano, e as outras imagens no show em agosto, quando o Facada Fest aconteceu em frente ao Mercado de São Bras. A música 'Brasil Mitômano' está presente no último album da banda Infectus Humanus, lançado em abril deste ano.

Mitômano vem da palavra 'mitomania' que é a compulsão em mentir, pseudologia fantástica ou mentir patológico. A mitomania é considerada um transtorno psicológico. "Os mitômanos podem estar em todo lugar. Na letra, falamos sobre quem nos governa. É uma letra que retrata a época que foi escrita, em 2016, fase inicial do golpe eleitoral, mas poderia ter sido escrita igualzinho ontem ou hoje. Nada mudou. Só piora. Os mitômanos encontramos infelizmente em todos os lugares, até em amigos da esquerda, infelizmente", aponta sem receio Jayme Katarro.

Para ele, o rock nacional encaretou em parte. "Mas se formos ver por outra ótica, sempre houve a ala conservadora no rock também. Vejo um grande levante hoje de uma resistência no metal e no hardcore que segue contra o  autoritarismo, o fascismo, machismo, homofobia, etc. Hoje há vários eventos, aqui e de fora, que já contam com palestras antifas incutidas durante os shows inclusive", explica.

No currículo estão festivais, turnês pelo país, participação em coletâneas nacionais, além de três discos, e um DVD, vários videoclipes e muito material gravado. Os Delinquentes passaram por todas as transformações da cena independente paraense e se firmaram na história do rock paraense, sem parar de tocar desde o início, em 1985.

Na discografia do Delinquentes estão “Pequenos Delitos” (2000), “Indiocídio” (2009), o DVD “Planeta dos Macacos”  (2013) gravado ao vivo na praça da República, e o último “Infectus Humanos” (2019). O último álbum de 11 faixas é considerado pela banda como "um tapa na cara do conservadorismo dentro da cena rock nacional, um grito contra o conformismo desde a abordagem das letras, passando pelo som cuspido e veloz".

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA