Livraria Fox vai fechar as portas no final de janeiro: 'Estamos nos rendendo à tecnologia'

Empreendimento marcado como casa da literatura paraense faz promoção de livros

Lucas Costa
fonte

Belém, infelizmente, inclui um novo nome na lista do “já teve” a partir de fevereiro. O sentimento de frustração é refletido na fala do jornalista Tito Barata - filho do lendário compositor Ruy Barata, que lamenta a notícia do fechamento da Livraria Fox. O icônico ponto de cultura que fica na Travessa Doutor Moraes, marcado como o principal espaço de celebração da literatura paraense em Belém, vai fechar suas portas depois de uma luta para mantê-las abertas em meio a uma crise no mercado literário.

“É um ponto de encontro, eu não diria de intelectuais, mas um ponto de encontro de leitores, e aqui eles encontram muita diversidade, que é exatamente a questão do papo amigo. Com certeza a Fox vai fazer falta demais para esse ponto de encontro. É uma pena, é outra situação daquela do ‘Belém já teve’”, diz Tito.

Em maio de 2021, a Livraria Fox chegou a anunciar a possibilidade de fechamento, mas uma campanha mobilizada nas redes sociais levou leitores de volta ao local, o que animou os seus donos. O movimento, no entanto, não se manteve.

Deborah Miranda, sócia-proprietária da Livraria Fox, reconhece hoje que aquele seria o momento de fechar as portas, já que a crise no setor literário já era muito maior do que se via na superfície.

“A gente entende todo o significado que a Fox tem para a cidade, para a cultura, para as famílias; foram gerações que passaram por aqui. Mas nós estamos nos rendendo à tecnologia, e na pandemia os efeitos de tudo isso se tornaram irreversíveis. A gente continuou acreditando, tentamos criar novos espaços aqui dentro da loja, mas isso não se traduziu no resultado que a gente esperava”, lamenta Deborah.

Fox deixa marca na história

Nos últimos dias da Fox, o momento tem sido de olhar para trás e se orgulhar da história que o espaço tem com a cultura da cidade. “Não importa quanto tempo a minha vida ainda dure: dez, quinze, trinta anos… eu tenho memórias para lembrar todo dia de alguma coisa”, conta Deborah emocionada. “Cada pessoa vai fazer falta, eu diria que a maior perda para nós é a humana, certamente”, completa, com lágrimas nos olhos.

image Livraria Fox enfrentou crises no setor literário (Cristino Martins / O Liberal)

Deborah Miranda começou a Fox aos 28 anos de idade, e depois de 36 anos à frente do negócio que abria 360 dias por ano, ela pretende descansar. “Eu acho que a gente cumpriu um papel, eu espero de alguma forma ter contribuído para a cultura da cidade. Espero que faça parte das memórias também das pessoas, que surjam histórias. Eu sei de amigos que se tornaram compadres se conhecendo aqui dentro, falando de filmes. Então eu espero que a Fox seja lembrada com muito carinho, com muito afeto, só isso”, diz.

O gato da Fox

image Deborah Miranda e Pierrot, o "gato da Fox" (Cristino Martins / O Liberal)

Com o anúncio do fechamento da Livraria Fox, fãs do local ficaram em dúvida sobre o destino do mascote do local, o gato Pierrot. O bichano que circula pela loja, recebe carinho de crianças e adultos ao longo de todo o dia, e tem até um perfil no Instagram (@gatodafox), não vai ficar desabrigado. Pierrot, que completa 17 anos em 2023, deve ficar com Deborah.

“Ele vai ter a perda dele, e eu não sei se vou conseguir dar carinhos e afagos o suficiente, mas espero suprir o que ele recebe aqui [na livraria]. Vamos levar muita memória daqui, e muita gratidão de tudo”, conta Deborah sobre o apego.

A Livraria Fox permanecerá aberta até o dia 31 de janeiro deste ano. Atualmente os livros que fazem parte do acervo do local vêm sendo vendidos em valores promocionais.

Cultura
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA