Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Eduardo Kobra inicia mural no Minhocão com 33 metros de altura

Recentemente o artista entregou obra em homenagem a Pelé em Santos

Redação Integrada do Grupo Liberal

O muralista brasileiro Eduardo Kobra iniciou seu primeiro mural na região do Minhocão, em São Paulo. O trabalho, com 33 metros de altura por sete metros de largura, na empena de um prédio situado à rua Traipu, nº. 500, deve estar concluído por volta do dia 14 de novembro.

De acordo com o artista, será a mais autobiográfica de todas as suas obras. “O mural é inspirado em um momento muito difícil para mim, que começou a ser superado quando senti a mão de Deus. Foi algo que me ajudou e que me ampara até hoje”, diz.

Kobra afirma que o mural é particular, mas também universal. “Serve para todas as pessoas, de qualquer fé, que passam por dificuldades como depressão, solidão, dificuldades econômicas, bebidas e drogas”. E complementa: “espero que nesses tempos de pandemia e mesmo depois que tudo isso terminar, o mural também inspire as pessoas a resgatarem a bondade e serem mais acolhedoras e solidárias uma com as outras”.

Recentemente, Eduardo Kobra, 45 anos, entregou em Santos, no litoral de São Paulo, o mural “Coração Santista”, de 800 metros quadrados. A obra foi inaugurada no dia 23 de outubro, data do aniversário de 80 anos de Edson Arantes do Nascimento, Pelé.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Mural finalizado em Santos ! Os círculos das muretas de Santos acabaram se tornando um ícone da cidade mais importante do litoral paulista. Utilizei este elemento como moldura para quatro cenas simbólicas que retratei em ‘Coração Santista’, um mural de 800 metros quadrados que conclui dias atrás na fachada do Centro de Atividades Turísticas (CAT), em frente ao Mercado de Peixe, na Ponta da Praia. É uma região que está sendo revitalizada e espero que minha arte também contribua para o novo embelezamento do local. Escolhi quatro símbolos santistas — Pelé, o bonde, a Bolsa de Café e um estivador Foto by @vidro.digital #Santos

Uma publicação compartilhada por Eduardo Kobra (@kobrastreetart) em

 

No mural, há quatro cenas, todas situadas dentro dos arcos (ou círculos) das muretas de Santos, um dos mais conhecidos símbolos da cidade: Pelé (o grande homenageado do mural), o Bonde, a Bolsa do Café e Um Estivador no Porto de Santos.

Pouco antes, o muralista lançou um painel sobre o Líbano, país marcado pela recente tragédia ocorrida em Beirute. A tela foi leiloada e foram feitas serigrafias para serem sorteadas entre pessoas que fizessem doações para o Líbano (o valor total a arrecadação será divulgado ainda em novembro).

 

Também durante a pandemia, Kobra fez o painel “Coexistência”, onde mostrava crianças de cinco religiões – budismo, cristianismo, islamismo judaísmo e hinduísmo – em oração e vestindo máscaras. Uma Serigrafia da obra foi sorteada entre as pessoas que fizeram doações. Com o valor arrecadado foram produzidos e distribuídos 16.620 kits.

Kobra é um expoente da neo-vanguarda paulistana. Começou como pichador, tornou-se grafiteiro e hoje se define como muralista. Muitos críticos afirmam que a característica mais marcante de Kobra é o domínio do desenho e das cores. Mas o que é mais fundamental para o artista é o olhar. Kobra foi desde cedo apresentado às adversidades da vida. Viu amigos sucumbirem às drogas e à criminalidade. Alguns foram presos. Outros tantos perderam a vida. Foi o olhar que o salvou.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Feliz dia das crianças 💫 qual dessas 03 vc prefere ?

Uma publicação compartilhada por Eduardo Kobra (@kobrastreetart) em

 

Kobra é autor de projetos como "Muro das Memórias", em que busca transformar a paisagem urbana através da arte e resgatar a memória da cidade; Greenpincel, onde mostra (ou denuncia) imagens fortes de matança de animais e destruição da natureza; e “Olhares da Paz”, onde pinta figuras icônicas que se destacaram na temática da paz e na produção artística, como Nelson Mandela, Anne Frank, Madre Teresa de Calcutá, Dalai Lama, Mahatma Gandhi, Martin Luther King, John Lennon, Malala Yousafzai, Maya Plisetskaya, Salvador Dali e Frida Kahlo. Hoje, os murais de Kobra estão em cerca de 35 países e em diversas cidades e estados brasileiros.

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA