Filme futurista idealizado por James Cameron estreia sem empolgar críticos

Dirigido por Robert Rodriguez, "Alita: Anjo de Combate" usa efeitos CGI

Agência Reuters

Depois de 15 anos de produção e inúmeros atrasos, o épico de ficção científica "Alita: Anjo de Combate" finalmente estreia nos cinemas de Belém nesta quinta-feira, mas a animação japonesa inspirada em um mangá só recebeu críticas mornas onde já foi apresentada. O filme tem Rosa Salazar no papel-título e Christoph Waltz, Jennifer Connelly e Mahershala Ali como coadjuvantes.

História de uma heroína ciborgue em um mundo pós-apocalíptico, "Alita: Anjo de Combate" foi um projeto acalentado durante anos por James Cameron, diretor aclamado de "Avatar", mas depois entregue ao colega Robert Rodríguez. Descoberta por um cientista, Alita não tem memórias de sua criação, mas possui grande conhecimento de artes marciais. Enquanto busca informações sobre seu passado, trabalha como caçadora de recompensas.

Falando na estreia mundial em Londres, Rodríguez disse que Cameron, que escreveu um primeiro roteiro em 2004, concebeu "uma história que realmente poderia correr o mundo, até com pessoas que não conhecem mangá". "É uma história mais universal do que acho que as pessoas estão esperando", disse o diretor à Reuters.

Rodríguez disse que o orçamento do filme foi de cerca de 150 milhões de dólares. A data de lançamento foi adiada duas vezes pelo estúdio Twenty-First Century Fox. Mas as primeiras resenhas foram na maioria decepcionantes.

Embora elogiando as sequências de ação e a expressividade de Alita - interpretada pela atriz Rosa Salazar com efeitos CGI -, muitos críticos de cinema consideraram os personagens superficiais.

O jornal britânico Independent disse que "Alita" carece do apelo emotivo dos outros grandes sucessos de Cameron, "Avatar" e "Titanic." O site norte-americano The Wrap o classificou como "uma confusão sofisticada", e o jornal britânico Guardian como "um romance distópico convencional".

O produtor James Cameron e o diretor Robert Rodríguez admitiram que o orçamento polpudo e os anos de preparação geraram grandes expectativas. "Ele está na classe de cruzadores em termos de orçamento, não há dúvida disso, então sim, as apostas são altas", disse Cameron na estreia do título em Los Angeles.

"Existe muita coisa em jogo, mas nunca se sabe se ele se sairá bem, se as pessoas aparecerem e quiserem mais, você tem que estar com tudo preparado", disse Rodríguez. "Se as pessoas aparecerem com certeza faremos ao menos mais um, se não dois. Ele foi concebido para um total de três", completou.

Yukito Kishiro, o autor do mangá que inspirou o filme, revelou em entrevista recente que está muito orgulhoso com a adaptação de sua obra para o cinema. “Para os fãs antigos, que vêm seguindo a franquia há um bom tempo, acho que posso dizer com segurança que esse filme realmente carrega a essência do que estava no trabalho original. Acho que há muitos motivos para ficarem animados e ligados para o que vem a seguir. Para aqueles experimentando [Alita] pela primeira vez, genuinamente acho que foi um filme maravilhoso, e espero que vocês se apaixonem por esse mundo”.

Alita: Anjo de Combate (estreia)
Dir: Robert Rodriguez
Ação, 14 anos
Moviecom Castanheira 6 (3D dub): 15h40 e 20h20;
Moviecom Castanheira 7 (2D dub): 14h10, 16h40, 19h10 e 21h40;
Moviecom Pátio 1 (3D dub): 16h15; Moviecom Pátio 1 (3D leg): 21h20;
Moviecom Pátio 2 (2D dub): 14h15, 16h45, 19h15 e 21h45;
Cinesystem Metrópole 1 (3D dub): 14h20, 16h50, 19h20 e 21h50;
Cinesystem Metrópole 5 (2D dub): 18h45 e 21h15;
Cinépolis Boulevard 2 (3D leg): 21h50; Cinépolis Boulevard 2 (3D dub): 14h, 16h40 e 19h10;
Cinépolis Boulevard 4 (3D leg): 12:15, 15h, 17h30, 20h e 22h30;
Cinépolis Parque 2 (3D dub): 14h30, 17h10, 19h50 e 22h30;
Cinépolis Parque 3 (3D dub): 13h (sab e dom), 15h30, 18h10 e 20h50;
Cinépolis Parque 4 (3D dub): 14h, 16h40, 19h20 e 22h;
UCI Bosque 2 (3D leg): 22h20; UCI Bosque 2 (3D dub): 14h35, 17h10 e 19h45;
UCI Bosque 4 (2D dub): 16h e 18h35

Leia Também:

Cinebiografia de Erasmo Carlos e filme de Clint Eastwood estão entre as estreias da semana

Filme dinamarquês "Culpa" é exibido no Líbero Luxardo

Cinema