Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Festival Sesc Melhores Filmes inicia nova edição on-line com premiação nesta quarta, 14

Programação on-line premia as melhores produções eleitas por júri e voto popular, sob apresentação de Silvero Pereira

Redação Integrada

Com os festivais de cinema pelo Brasil passando a habitar o ambiente digital, tornando acessíveis aos mais diversos territórios filmes antes exclusivos, tornou-se possível acompanhar o que há por vir no cinema direto de casa. A partir desta quarta-feira, 14, um novo festival abre sua programação para todos: o 47º Festival Sesc Melhores Filmes.

O mais longevo festival de cinema de São Paulo repete a experiência do formato on-line já feita no ano passado. O evento segue até dia 5 de maio, oferecendo gratuitamente ao público de todo o país, na plataforma Sesc Digital, uma programação com filmes nacionais e estrangeiros que foram destaque em 2020; além de encontros e atividades com realizadores e pensadores do cinema.

Na abertura do festival, serão conhecidos os trabalhos de artistas eleitos pelo voto popular e júri especializado como os melhores do ano. A premiação será apresentada ao vivo pelo ator Silvero Pereira, no dia 14/4, a partir de 19h30, no canal do CineSesc no YouTube.

Diretamente de sua casa, em Fortaleza (CE), Silvero – eleito pelo público como Melhor Ator Nacional, em 2020, por sua atuação em “Bacurau” – vai anunciar os vencedores deste ano e ainda conversar ao vivo com alguns premiados, a partir das 20h. Antes da cerimônia, às 19h30, os jornalistas e críticos de cinema Cunha Júnior, Duda Leite e a cineasta Renata Martins aquecem a premiação comentando sobre os filmes mais votados de 2020. Os vencedores serão conhecidos apenas na transmissão. Após a live, a lista completa dos prêmios é disponibilizada no site do Festival, além de uma versão digital do catálogo com informações dos filmes mais votados pelo público e pela crítica.

Ao final da cerimônia, e abrindo a 47ª edição do Melhores Filmes, o público poderá assistir gratuitamente ao filme “Valentina”, de Cássio Pereira dos Santos. O longa, inédito nos cinemas, traz a história de uma menina trans e sua mãe que se mudam para uma pequena cidade, mas rapidamente enfrentam dilemas quando a escola local exige a assinatura da mãe e do pai para se matricular.

Para esta edição on-line, a equipe do CineSesc preparou um recorte com alguns dos filmes mais votados. O público poderá ver e rever títulos como o documentário da Macedônia do Norte “Honeyland”, de Tamara Kotevska e Ljubomir Stefanov; o drama francês “Retrato De Uma Jovem Em Chamas”, de Céline Sciamma; o britânico “Você Não Estava Aqui”, de Ken Loach; e o franco-belga “O Jovem Ahmed”, de Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne; além dos nacionais “Três Verões”, de Sandra Kogut; “Sertânia”, de Geraldo Sarno; “Fim de Festa”, de Hilton Lacerda; Pacarrete, de Allan Deberton; e o documentário “Babenco - Alguém Tem Que Ouvir O Coração E Dizer: Parou”, de Bárbara Paz.

Os filmes estarão disponíveis on demand por tempos diferentes, podendo variar entre 24h, uma semana ou até o término do festival, na plataforma Sesc Digital (sescsp.org.br/cinemaemcasa). Parte dos filmes exibidos possui recursos de acessibilidade, com legendas open/close caption, libras e audiodescrição, disponíveis via app MovieReading.

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM CINEMA

MAIS LIDAS EM CULTURA