CineSesc exibe filmes baseados em fatos reais na mostra 'História de 3 Américas'

'Eu não sou seu negro' é o longa apresentado nesta quarta-feira, 4, e 'Guerra do Paraguay' no dia 11

Enize Vidigal

A Mostra CineSesc traz dois filmes com exibição gratuita que revisitam a história. Nesta quarta-feira, 4, será exibido o drama “Eu não sou seu negro”, de Raoul Peck, sobre a história do escritor e ativista James Baldwin e a luta dele contra o racismo. E, na quarta-feira, 11, será a vez da produção brasileira “Guerra do Paraguay”, de Luiz Rosemberg Filho, um drama de metáfora poética sobre um soldado vindo da guerra que encontra uma trupe de teatro dos dias atuais. Os longas serão exibidos no Centro de Cultura e Turismo Sesc Ver-o-Peso, sempre a partir das 18 horas.

O objetivo da mostra é promover a circulação, difusão e o acesso a produções cinematográficas nacionais e internacionais. Além de auxiliar a democratização da cultura, a iniciativa apresenta filmes com narrativas impactantes e que levam o público à reflexão crítica. A Mostra CineSesc é realizada há 20 anos. Sob o tema “História De 3 Américas”, a mostra pretende revisitar a história por meio do cinema, com filmes que abordam assuntos sociais relevantes.

Em “Eu não sou seu negro”, James Baldwin escreveu uma carta para o agente dele sobre o projeto de terminar o livro "Remember This House", que relata a vida e a morte de alguns dos amigos do escritor, como Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King Junior. Com a morte do escritor, em 1987, o manuscrito inacabado foi confiado ao diretor Raoul Peck.

O crítico de cinema Marco Antônio Moreira ressalta que "Eu não sou seu negro" resgata o importante ativismo de Baldwin, entre os anos 60 e 70, que não foi suficientemente evidenciado na história dos Estados Unidos, se comparado a outros líderes do movimento contra o preconceito racial. "Recomendo esse filme, que nos traz de volta James Baldwin, nos ajuda a conhecer o trabalho dele de resistência, que deixou um legado muito bonito", afirma.

Já “Guerra do Paraguay”, evidencia a inutilidade da morte em campos de batalha e a contribuição das guerras para a banalização da violência. "O objetivo da mostra é promover uma reflexão sobre temas históricos, apresentando novas versões sobre as narrativas oficialmente reproduzidas", aponta Moreira.

O longa exibe o metafórico encontro da morte com a arte. O filme conta a história de um soldado (Alexandre Dacosta) recém saído da Guerra do Paraguay que encontra duas atrizes mambembes (Ana Abott e Patrícia Niedermeier) em uma carroça. Surge um índio paraguaio ensanguentado (Chico Diaz) que assiste a terrível realidade do país naqueles anos.

Agende-se:
Mostra de CineSesc - “História De 3 Américas”
Filme Eu não sou seu negro (Estados Unidos, 2016, 94 min)
Data: quarta-feira, 4, às 18h
Classificação: 12 anos

Filme Guerra do Paraguay (Brasil, 2015, 80 min)
Dia: quarta-feira, 11, às 18h
Classificação 16 anos
Local: Centro de Cultura e Turismo Sesc Ver-o-Peso (Boulevard Castilho França, 522/523)
Informações: 0800-941-1242
Entrada franca

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!