Taís Araújo e Preta Gil engrossam movimento anti-racista

As artistas repercutem a crise que teve recente estopim nos EUA para clamar pelas vidas negras também no Brasil

Redação Integrada

Taís Araújo e Preta Gil engrossam o movimento #blackouttuesday, iniciado nos Estados Unidos com o assassinato de George Floyd, negro detido por policiais brancos que foi sufocado mesmo já estando imobilizado. A crise que deslanchou manifestações violentas naquele país, repercute no Brasil.

Taís Araújo postou no Instagram, na terça-feira, 2, uma tela negra alusiva ao movimento anti-racista. E escreveu lembrando as pessoas negras vítimas de violência, como a vereadora carioca Mariele Franco e o recente caso do adolescente João Pedro.

""É pela Cláudia Silva Ferreira, Jenifer Cilene, Kethellen de Oliveira Gomes, Kauã Rozário, Kauê Ribeiro, pela Agatha Félix, por João Pedro Mattos, Marielle Franco, George Floyd e outras tantas pessoas que tiveram suas vidas arrancadas. Para todos e por todos que ainda estão vivos", escreveu.

Já Preta Gil vem convidando os seguidores há dois dias para aderir ao #blackouttuesday. Ela também postou recentemente a tela preta no perfil do Instagram. "Acho super válido (aderir), contanto que você entenda o que está acontecendo, que reflita sobre os seus privilégios e sobre o que você pode fazer passado o blackout na luta antirracista na prática!!! #antirracismo #luta #equidade #justiça".

Em postagem anterior, a cantora já havia comentado o assassinato de George Floyd, ocasiçao em que criticou também o fascismo que ameaça o Brasil e os Estados Unidos: "Não podemos assistir a isso tudo calados, tá errado!!! A escalada facista cresce a olhos vistos de todos e o racismo estrutural vem sendo filmado e exposto para quem insiste em nega-lo !!! A hora de nos unirmos e agora, estamos do lado certo da luta e isso é libertador #antiracista #antifascista #vidasnegrasimportam"

 

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA