Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

'Nunca me encaixei nessa coisa engessada', diz Glenda Kozlowski sobre saída de emissora

A jornalista deixou a emissora em 2019 e atualmente apresenta o programa 'Show do Esporte

O Liberal

Glenda Kozlowski, atual apresentadora do 'Show do Esporte', da Band, revelou no podcast 'Flow Sport Club', que nunca se enquadrou na fórmula 'engessada' da Globo e que levava bronca por 'quebrar o padrão' e ter um jeito mais descontraído. A jornalista passou quase três décadas na emissora e anunciou sua saída em 2019. As informações são do Yahoo.

"Dei muita sorte de trabalhar 27 anos na Globo. Sou muito grata por ter tido essa experiência. Havia liberdade para fazer tudo que queria. E minha geração foi muito craque na televisão, sabíamos como fazer nossa profissão. Cresci nesse meio e absorvi muita coisa. Então, quando saí da Globo, tive que quebrar muitos paradigmas. Por exemplo, a questão da postura, ou de ficar mais à vontade na hora de falar", iniciou ela sobre seu processo para desconstrução do seu comportamento no programa. 

VEJA MAIS

No Combu, Glenda Kozlowski toma banho de ervas e prova o ‘verdadeiro açaí': 'É bom!' A jornalista, que é convidada da Varanda do Círio, está aproveitando para conhecer vários pontos turísticos

Glenda Kozlowski responde a Tiago Leifert após ser citada por seu 'substituto' na Globo Tiago relembrou que entrou no lugar de grandes nomes da casa e citou nomes do jornalismo esportivo e do entretenimento

"Hoje em dia, apresento na Band de cabelo solto, e no meio do programa eu prendo o cabelo por que me deu vontade. São coisas que parecem ser normais, mas há poucos anos não era tão normais assim. Existia um formato. Era muito mais engessado. Inclusive, sempre recebi muita bronca por rir muito, por falar usando muito os braços, porque batia na mão do meu colega", continuou.

Ainda na entrevista, Glenda relembrou uma bronca que levou após fazer brincadeiras com o ex-jogador do Palmeiras, Marcos. Na ocasião, ela fez comentários sobre a calvície do ídolo no programa ‘Esporte Espetacular’. "Uma vez, fui entrevistar o Marcos, ex-goleiro, e eu tinha cabelo grande.. Brincando com ele, fiz uma pergunta sobre a fase dele de solteiro. Não era normal, ainda mais sendo uma repórter mulher. E no final da entrevista, falei: 'Espera aí, Marcos. Vamos te imaginar cabeludo!'. Cheguei por trás dele, coloquei meu cabelo na careca dele. Todo mundo riu. A matéria foi ao ar com a brincadeira. Mas não teve jeito", relembrou.

"Na segunda-feira, recebi um e-mail dizendo que o diretor de esportes, Luiz Fernando Lima, queria conversar comigo. Fiquei pensando: 'Ai meu deus, o que fiz de errado? Será que errei alguma informação?'. Quando cheguei na sala dele, ele disse: 'Meu amor, você é repórter, não dá para você colocar seu cabelo na careca do goleiro'. Você vê, hoje em dia seria a coisa mais normal do mundo. Então, eu nunca me encaixei muito nessa coisa engessada. Lembro que eu brigava: 'Gente, eu quero usar vestido! Sou menina! Não quero ter que ficar usando calça jeans todo dia'. Fui quebrando alguns paradigmas, sabe?."

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA