Johnny Depp diz no tribunal que fezes na cama marcaram fim do casamento

Ele prestou depoimento no processo que move contra o The Sun, que o chamou de espancador de mulher

Redação Integrada

Nesta sexta-feira, 10, Johnny Depp disse na Alta Corte de Londres que a ex-mulher, Amber Heard ou uma amiga dela, defecou na cama dele e que isso foi "um fim apropriado para o relacionamento". Ele move processo contra o jornal britânico The Sun, que o chamou de espancador de mulher.

Nos curta no Facebook para acessar as principais notícias do dia, lives e promoções. Clique aqui

Depp prestou depoimento ao longo de quatro dias. Heard afirma que o astro a agrediu fisicamente pelo menos 14 vezes os anos de 2013 a 2016. mas ele nega tê-la agredido.

A advogada do The Sun, Sasha Wass, disse nesta sexta ao tribunal, que Depp atirou uma garrafa de champagne e puxou os cabelos de Heard quando ela reclamou por ter ter se atrasado para a comemoração do aniversário de 30 anos dela, em abril de 2016.

No dia seguinte, o astro encontrou fezes na cama. A advogada afirmou que Depp classificou a situação como "hilária" em mensagens enviadas a tercerias pessoas, mas, no tribunal, ele disse que foi "absurda" e que por isso decidiu terminar o casamento.

"Eu estava convencido de que foi a própria Heard ou uma de seu grupo que estava envolvida em deixar fezes humanas na cama (...) Eu pensei que era um fim bizarro e estranhamente apropriado para o relacionamento".

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA