Golpista de famosos conta por que se chateou com Wagner Moura

O ator interpretou o ex-detento Marcelo da Rocha no filme 'Vips'.

Enize Vidigal
fonte

O ex-detento Marcelo Nascimento da Rocha, o "Marcelo VIP", que ganhou fama após enganar várias pessoas, incluindo famosos, disse ao podcast Inteligência Ltda que ficou indignado com Wagner Moura. O ator interpretou o próprio golpista no cinema, em 2010, no filme inspirado no livro da jornalista Mariana Caltabiano sobre as peripécias de Marcelo.

O motivo da raiva de Marcelo foi uma declaração dada por Wagner na época do filme, de que ele havia "roubado a pensão de velhinhas". Marcelo nega a acusação e ainda critica a atuação de Wagner. Os dois não se conheceram pessoalmente.

Marcelo Vip chegou a se fazer passar por guitarrista da banda Engenheiros do Hawaii e também como um dos donos da companhia aérea Gol.

"Ele (Wagner)  é um trouxa, inclusive. falou merda para cac*... Disse numa entrevista que não queria me conhecer porque eu roubava pensão de velhinhas. Daí já mandei o recado: 'a única velhinha que roubei foi a mãe dele'. Ele é um idiota, tirou isso da cabeça dele, ou sei lá se alguém falou para ele. Não tenho (esse crime) na minha ficha pregressa. Aí já me irritei com ele e ele fez mal meu papel", disse.

No podcast, Marcelo Vip contou um dos episódios em que foi preso pela Polícia Federal no Rio de Janeiro, quando estava acompanhado dos atores Marcos Frota e Carolina Dieckman, que foram surpreendidos com a situação e chegaram a defendê-lo diante dos policiais.

Vip explicou que, no dia da prisão, tinha conseguido um jato particular para levar o apresentador Amaury Jr. a São Paulo e, em seguida, o avião voltou para levar ele e o casal de atores para o Rio de Janeiro, mas lá chegando, foi reconhecido pela PF e algemado. Segundo Marcelo, Frota argumentou para o policial que Marcelo era dono da Gol: "Ele (o agente) olhou assim para a Carolina e falou: 'então, ele é o dono da Gol?'. Ele pegou e virou a tela do computador e falou: 'Olha o seu dono da Gol quem é'. A minha cara estava lá: 'procurado'. Ela quase caiu para trás. Eles ficaram indignados, não acreditaram, falei para o federal: 'já me manda para a cadeia, já deixa esse povo para lá'", recordou.

Na ocasião, Marcelo ficou nove meses preso antes de conseguir fugir.

Palavras-chave

Celebridades
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA