Candidatos ao governo do Pará apresentam propostas para a cultura

Adolfo Oliveira (PSOL), Helder Barbalho (MDB), Sofia Couto (PMB) e Zequinha Marinho (PL) contaram os planos que irão realizar caso sejam eleitos.

Enize Vidigal
fonte

O que a cultura paraense e os artistas podem esperar do futuro governante do estado do Pará? É tempo de eleição e o jornal O Liberal perguntou a cada um dos candidatos quais são as principais propostas para a área da cultura. Responderam o atual governador Helder Barbalho (MDB), que concorre à reeleição, e os candidatos senador Zequinha Marinho (PL), professor Adolfo Oliveira (PSOL) e a suplente de deputado estadual Sofia Couto (PMB).

Adolfo Oliveira disse que vai implementar o Sistema Estadual de Cultura com programa de salvaguarda dos fazeres e saberes de mestres e mestras da cultura popular a partir da criação de polos regionais da Fundação Cultural do Pará. Também vai ter maioria de participação social no Conselho da Cultura, garantir recursos para todas as regiões do estado, formular proposta de desenvolvimento local tendo como eixos a cultura e a economia criativa em sintonia com o Sistema Estadual de Cultura.

Helder Barbalho afirmou que vai ampliar os espaços públicos destinados à cultura, esporte e lazer no Estado e fortalecer as atividades culturais que atendam critérios de sustentabilidade e de preservação do patrimônio histórico. O plano dele prevê editais para o audiovisual e a difusão cultural, eventos de cultura alimentar paraense em cada região do estado e um programa de incentivo à leitura e de acesso à informação, principalmente em comunidades distantes, de forma digital.

Sofia Couto informou que vai investir em atividades culturais nos municípios e nas regiões do estado; incentivar produtores culturais e artistas da música, do artesanato, da dança e de outras expressões artísticas; incentivar a formação e a qualificação profissional de artistas, artesãos e profissionais da cultura; criar centros culturais e investir nos já existentes para a preservação da cultura paraense; e investir e restaurar centros culturais, museus, espaços públicos e de lazer.

Zequinha Marinho disse que os indígenas, quilombolas e ribeirinhos ocupam 60% do Pará, mas, mesmo ricos em tradições, são invisibilizados. Ele propõe fazer um Inventário Cultural do Pará para identificar as manifestações culturais e os artistas; ações de afirmação da cultura como elemento de identidade; mecanismos de fomento à produção artística; programas destinados à proteção do patrimônio cultural; integrar as manifestações culturais das regiões; e reestruturar os espaços culturais”.

O Liberal solicitou as propostas de cultura às assessorias de todos os candidatos, mas os representantes dos candidatos Cleber Rabelo (PSTU), Dr Felipe (PRTB), Major Marcony (Solidariedade) e Paulo Roseira (AGIR) não responderam ao pedido do jornal.

Palavras-chave

Cultura
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA