Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Cacau Sinimbu apresenta o primeiro single autoral 'O jogo virou'

A música faz parte do EP 'Fases' com cinco faixas

Bruna Lima

A cantora e compositora Cacau Sinimbu estreia um novo momento da carreira com o lançamento do primeiro single autoral, “O Jogo Virou”. A música faz parte do EP “Fases” com cinco faixas. A canção vai estar disponível nesta quinta-feira (4), em todas as plataformas digitais.

A composição é de Cacau em parceria com Judy Oliveira, elas fizeram a música em 2018 já com a intenção de realizar o lançamento, mas o processo todo acabou atrasando e, na sequência, deu início a pandemia do novo coronavírus e foi preciso esperar. Mas agora, Cacau diz que se sente feliz com o início desse novo projeto e espera que até o final de 2022 faça o lançamento do seu primeiro EP “Fases”.

“Pelo menos mais duas músicas do EP são de autoria minha, mas ainda estou no processo de escolha e terão músicas de outras pessoas. As outras músicas do EP vão falar de outras situações, mas tudo dentro do gênero do pagode, que é onde venho me firmando na carreira. O nome fases é justamente porque marca a mudança dos nossos ciclos”, pontua a artista.

A música “O jogo virou” fala de relacionamento, de se valorizar e de não ficar totalmente disponível a outra pessoa. Sobre a expectativa para o lançamento ela diz, “O ‘Jogo Virou’ é uma música que cai no gosto do público que curte uma boa letra de pagode, aquela letra que conta sua história. Traça em suas letras o momento de glória e libertação. Aquele momento que você não tem mais dependência emocional. E muita gente já passou por isso. Quem nunca quis virar o jogo em algum momento da vida? Melhor sensação não há”, diz a artista.

Com influências de músicas regionais paraenses e vivência nos bares, a cantora tem um repertório vasto, shows temáticos e faz covers das canções de artistas nacionais como Djavan, Marisa Monte, Ana Carolina, dentre outros, e sem esquecer de ressaltar cantores e artistas nacionalmente reconhecidos no meio de samba e do pagode como a cantora Alcione.

“Durante os anos 90 eu escutava muita música, nesse período o samba e o pagode estavam muito fortes. Surgiram muitas bandas legais e estava cheio de artistas novos, lançamentos e tocando muito nas rádios. Além disso, tive muita referência do Samba principalmente quando ouvia a nossa rainha Alcione.  Minha infância e adolescência foi no bairro da Marambaia, e na época tinha algumas casas de shows que rolava muita festa com esse estilo e eu sempre dava um jeito de entrar e admirar as bandas com seus cantores. E me imaginava ali e soube dentro de mim que era um estilo que me tocava, que eu queria. Lembro de duas casas muito famosas, ‘Olé Olá’ que era voltada para esse movimento e ‘Cazusa's bar’”, retrata a artista sobre como a música entrou na sua vida.

Nascida em Belém do Pará, Cacau Sinimbu começou a cantar aos 15 anos de idade, e já possui uma vasta experiência nas noites da cidade e até mesmo em outros estados, acumulando ainda um histórico de mais de 20 anos de carreira, se destacando entre as poucas cantoras de pagode, que historicamente é um estilo predominantemente masculino.  

Serviço: Cantora Cacau Sinimbu, lança single “O Jogo Virou”, nesta quinta-feira, 4, em todas as plataformas digitais. 

 

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA