Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Atrizes acusam diretor brasileiro premiado de assédio e estupro

Duas atrizes que trabalham no mercado de filmes pornográficos registraram boletim de ocorrência

O Liberal

Poêmica no mercado pornográfico! Duas atrizes estão acusando o diretor Fábio Pereira da Silva, 43, conhecido artisticamente como Binho Ted. A acusação é de estupro, mas ele nega. Elas afirmam que foram abordadas por Binho Ted em intervalos para descanso ou mesmo fora do set de filmagens. Além da acusação, há mais cinco relatos de que o diretor tentou realizar, nas gravações, sem consentimento, práticas sexuais. 

O diretor começou a atuar no mercado pornográfico  primeiramente como ator. Como diretor, foi ganhador do prêmio Sexy Hot, o mais prestigiado do Brasil na área. Binho é casado há dez anos com a amiga de adolescência Lidy Silva, hoje também diretora de filmes pornográficos. Os dois são donos de uma produtora em São Paulo. 

As atrizes relatam modo de agir constante do diretor, principalmente com as meninas mais novas e que estão iniciando o trabalho na indústria pornográfica. "Normalmente, são mulheres que, pela inexperiência, sentem-se inseguras e vulneráveis, além de precisarem de dinheiro", disse uma  atriz.  De acordo com ela, após os abusos, Binho Ted ameaça as vítimas para que não revelem o que aconteceu, prometendo prejudicá-las na indústria ou mesmo contar sobre o trabalho que fazem para familiares e conhecidos. 

Evelyn Buarque, 23, é uma das atrizes que dizem ter sido estupradas no ambiente de trabalho. Segundo a jovem, enquanto fazia a maquiagem, Binho Ted "veio por trás" e tentou forçar a relação sexual (ela tinha 20 anos na época). A jovem confessa que empurrou o diretor, mas ele só desistiu quando um colega entrou no local. A atriz registrou um boletim de ocorrência de estupro contra o Binho no começo de maio deste ano. Ela afirma que, além do medo de ser descredibilizada, ameaças pesaram contra a decisão de fazer a denúncia na época do abuso. Hoje, ela tenta incentivar outras mulheres a denunciar. 

 

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA