Arte Pará promove visita mediada com artistas da edição 2022

A curadora-adjunta Vânia Leal participa da mediação ao lado de Elza Lima e Ramon Reis

Bruna Lima

Nesta quarta-feira (5), o público vai ter a oportunidade de presenciar uma visita mediada por uma das curadoras-adjuntas do projeto, Vânia Leal, e as participações de Ramon Reis e Elza Lima. A programação é gratuita e será às 16h. O projeto Arte Pará está aberto ao público e segue recebendo os visitantes para conhecerem as obras dos artistas selecionados, premiados, além das artistas convidadas e também da fotógrafa paraense Elza Lima, a homenageada da edição de 40 anos. Quem quiser participar é só entrar em contato por meio do whatssap (91) 991100896.

Vânia Leal explica que a participação ativa do público é extremamente necessária porque causa uma aproximação com a obra, com o artista e que serve para desmistificar alguns mitos acerca da figura do artista.

"Então, essa aproximação com o artista serve para ele falar do seu processo, do seu trabalho. E o público passa a ter um maior entendimento e uma maior relação com as obras em si. Pois é importante conhecer a vida do artista", pontua Vânia.

 A visita mediada é um processo de conversa com o público e que ele também teoriza e coloca as suas percepções. "A gente vai de uma certa forma dialogando e o público também é um participante ativo. E tem o fator extremamente importante nesse sentido de ter essa dialógica, pois ele passa a conhecer, a aprofundar. A arte serve justamente para estabelecer esse recurso de educação, ela nos ensina constantemente", acrescenta Vânia Leal.

A homenageada da edição deste ano, Elza Lima, vai participar da programação falando de como começou a sua história com a fotografia, do processo criativo e de como todo o seu trabalho vem trilhando. Sobre essa ação de visita mediada, Elza diz que é um recurso importante e enriquecedor tanto para o visitante como para o artista.

"Essa proximidade entre o público, o artista e a curadoria do projeto é muito boa, pois a gente vive uma troca intensa e temos condições de tirar dúvidas. Eu acho que isso só faz crescer tanto o nosso quanto a visão do espectador com a obra", destaca Elza Lima.

O artista paraense Ramon Reis, um dos selecionados na edição de 2022 com a performance "Corpo (in) finito", opina que a mediação das artes com o público que visita a exposição é importante e necessária no sentido de criar conexão e diálogo, tornando as artes, de maneira geral, um campo dinâmico e propositivo. 

"Nesse sentido, essa mediação possibilita sairmos do lugar de contemplação passando para o de observador que participa e compreende parte do processo criativo de cada artista. A mediação também é uma forma de ocupação do espaço artístico, democratizando o acesso às artes e à cultura", explica.

Sobre a performance, ele entende como um território que vai sendo ocupado à medida que o público vai se aproximando ou se distanciando. "Na minha performance busco falar da morte e da vida, colocando o meu corpo em cena como um território no qual são depositadas de forma simbólica as nossas dores, traumas, ressentimentos e saudades", acrescenta, Ramon.

O Arte Pará está com exposição aberta até 30 de dezembro de 2022, na Casa das Onze Janelas. O horário de visitação é de 9h às 17. Para agendar visita é só entrar em contato por meio do whatssap (91) 991100896. Desde o dia da abertura, o projeto já recebeu 1271 visitantes, sendo 205 no dia da inauguração do Arte Pará 2022.

O Projeto Arte Pará 2022 é apresentado pelo Instituto Cultural Vale, com patrocínio do Centro Universitário Fibra e do grupo Equatorial Energia e com apoio institucional dos Institutos Inclusartiz e Pivô Arte e Pesquisa e do Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Cultura (Secult). O Arte Pará é uma realização da Fundação Romulo Maiorana.

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA