Versos do Futebol

Por Carlos Fellip

O ritmo e as rimas do mundo poético que mora o futebol. Coluna assinada por Carlos Fellip, editor Executivo de O Liberal e jornalista formado há 10 anos, com experiência no jornalismo esportivo e de atualidades. Ganhou prêmio de Jornalismo do MPT e cobriu Seleção Brasileira em Belém.

Re-Pa: o que deixa o mundo todo azul

Carlos Fellip

Tantas vezes jogado
Bem mais vezes falado
Enormemente amado
Tem um 'quê' singular

Motor de apaixonados
Criador de fanáticos
É mais que um clássico
É o Rei ‘Re-Pa’

Único até na cor
O tom faz toda a diferença
Deste roupa nova ao amor
Pois vermelho não é sua aparência

Final de vários estaduais
Leva um torcedor a sua essência
Motiva encarnações aos normais
E ameaça aos sem inteligência

Se clássico é clássico na gíria dos boleiros
Re-Pa é Re-Pa na língua dos deuses
É quem veste de azul o universo inteiro
No estádio, neste mundo e fora dele

Vida longa a ti, Re-Pa
Vida longa a tua magia
Vida curta ao teu penar
Sabedoria a quem te organiza

Versos do Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM VERSOS DO FUTEBOL