Ricardo Tomaz

Desenvolvimento Pessoal e Profissional

Tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos com formação em Educação Corporativa, Carreiras com ênfase em Gestão de Pessoas. Analista de Treinamento e Desenvolvimento. Ator, palestrante, terapeuta holístico vibracional e Líder do Yoga do Riso

Meu novo emprego - Parte II

Orientações para um currículo de sucesso

Ricardo Tomaz

Este é um tema relevante devido ao cenário que vivemos no Brasil e no mundo atualmente, com a quantidade de empresas em crise e pessoas desempregadas, consequências socioeconômicas da pandemia. No entanto, muitos profissionais de recursos humanos, psicólogos organizacionais e empresários, orientam para a atenção na elaboração ou atualização do currículo, pois os processos de seleção buscam por profissionais qualificados e com diferenciais no mercado de trabalho.

O Currículo é um documento que contém o resumo das qualificações, habilidades e experiências de um profissional. O primeiro passo é entender que para cada vaga podemos direcionar um currículo específico, pois dá praticidade ao processo de seleção, além de aumentar as chances do candidato. Quando almejamos uma oportunidade de emprego direcionamos as informações do currículo para a vaga desejada em específico. Uma das formas é não inserir cursos ou formações que não tenham relação com a área em questão.

Vamos direcionar algumas orientações para a elaboração de um currículo atrativo e eficaz:

DADOS PESSOAIS:

Os dados pessoais devem vir no início do documento na seguinte ordem: nome completo, rua e número, CEP, bairro, cidade, estado, números de contato, e-mail, idade, nacionalidade e estado civil. A questão da foto vamos inserir no documento apenas se a empresa pedir no anuncio da vaga, na maioria das vezes não há necessidade. Há uma outra questão que devemos atentar, o e-mail que for informado no documento deve ser um contato profissional e de fácil entendimento, assim garantimos a facilidade da comunicação com as empresas sem dar margem para erros.

OBJETIVO:

O próximo passo é o Objetivo deste currículo, ou seja, para que cargo e área ele está direcionado. Por exemplo, se a vaga for para um cargo específico como “Analista de RH” ou “Vendedor”, precisamos colocá-lo no currículo e desenvolver as demais informações a baixo conforme este objetivo. Coerência é a melhor ferramenta, mas o que observo sempre são currículos básicos para qualquer vaga. Todavia, caso o profissional opte por não colocar o cargo específico podemos citar a área de atuação apenas, inclusive para estágios.

QUALIFICAÇÕES:

Esta é uma parte opcional do currículo, porém quando bem elaborada enriquece de informações que são as habilidades técnicas e comportamentais do candidato. Por exemplo, “Habilidade na elaboração de relatórios de área”, “Comunicação Eficaz”, “Comprometimento em equipe”. Nesta seção do documento o candidato deve ser perspicaz na inserção das informações, com objetivo de despertar o interesse dos recrutadores.

FORMAÇÃO:

A formação deve ser inserida com o nível de escolaridade, no caso de superior devemos destacar o curso, a instituição, data de início e término, porém caso ainda não tenha concluído pode citar que ainda está cursando. Os cursos livres da educação continuada e os profissionalizantes devem ser especificados da mesma forma. As seções Idiomas e Informática precisam vir com os seus respectivos níveis: básico, intermediário e avançado. Portanto, a divisão pode ser determinada assim: Formação Acadêmica ou Nível de Escolaridade; Formação Complementar (demais cursos); Idiomas; Informática.

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Neste item devemos prestar atenção, pois é importante informar as empresas pelas quais já passamos. O primeiro passo é destacar no máximo quatro experiências e citá-las em ordem, da mais recente até a mais antiga. Cada tópico fica organizado da seguinte forma: Cargo; Período (com data de início e saída da empresa); Atividades (funções, ferramentas e técnicas aplicadas. Texto breve). Caso a opção seja colocar todas as experiencias profissionais, o cuidado deve ser redobrado, pois podemos deixar o currículo confuso para o recrutador.

Em resumo, não devemos esquecer que este documento deve conter as seguintes informações: quem é o candidato à vaga, qual o objetivo, o nível de conhecimento e as experiências profissionais. Precisamos ter a consciência de que o currículo é um dos passos estratégicos dos profissionais que almejam uma vaga no mercado de trabalho, portanto quando bem elaborado faz muita diferença nos processos de recrutamento e seleção.

Ricardo Tomaz
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM RICARDO TOMAZ