Ricardo Tomaz

Oratória e Comunicação Eficaz

Formação em Gestão de Recursos Humanos e Comunicação Social. Ator há 17 anos, palestrante, instrutor corporativo, mestre de cerimônias e Terapeuta holístico vibracional. Atua no ambiente corporativo utilizando ferramentas, como a Arte, que facilitam a aprendizagem, a criatividade, a comunicação e impulsionam equipes.

A comunicação na vida do gestor

Ricardo Tomaz

Você, gestor ou líder de equipe, já passou por alguma situação em que falou algo e não foi compreendido? Ou de vez em quando usa a frase conhecida: “nossa! Parece que eu estou falando grego?” A resposta é simples, se o receptor não entendeu você está falando grego sim. A comunicação interpessoal parte do princípio de que não é o que transmitimos na mensagem, mas sim o que o outro entende, de que forma o interlocutor decodificou a informação.

O líder deve ser aquele que tem o principal objetivo de utilizar das diversas ferramentas corporativas para fazer com que seus colaboradores “façam acontecer” ou “botem a mão na massa”, o famoso conceito de HANDS-ON. Um profissional que possui múltiplas competências absorve novos conhecimentos, está ligado a todas as mudanças de mercado e além de desenvolver uma comunicação eficaz na organização.

O gestor precisa ser um bom Líder, “Gerenciar é fazer as coisas do jeito certo; liderar é fazer as coisas certas”, segundo Peter Drucker – considerado o pai da administração moderna. A gestão é uma função enquanto que a liderança é um relacionamento; uma arte.

O gestor Hands-on é aberto, comunicativo e claro com seus liderados, ou seja, ajuda a desenvolver a equipe e suas competências para que cada um possa realizar as tarefas designadas. Porém como estabelecer este perfil perante a empresa? Em artigos anteriores citei que o profissional deve avaliar seu perfil junto aos indicadores que precisam ser estabelecidos na equipe, como: motivação, consciência, adaptabilidade, ética, estratégia, planejamento e a orientação para resultados.

A Comunicação entra neste contexto como a base do relacionamento, entre o líder e sua equipe, pois ela tem a responsabilidade de levar informação e conhecimento. Não são simples tarefas, mas como elas podem ser executadas da melhor forma e orientadas para alcançar os melhores resultados. Um diálogo bem estruturado, com uma linguagem adaptada, direta, com o uso de palavras e expressões que possam causar clareza para o receptor podem gerar feedbacks eficazes.

Vamos relacionar as competências sociais junto à comunicação eficaz para um gestor de resultados dentro das organizações. Estas competências têm referencia ao comportamento e aptidões que desenvolvemos ao longo da vida que interferem nas relações interpessoais, como expressar opiniões, atitudes, sentimentos e desejos, mas de forma adequada tanto à situação quanto ao contexto que se estabelece no momento do dialogo.

Podemos citar alguns exemplos:

• Através de uma atitude positiva escolher o momento certo para os feedbacks;
• Utilizar a Escuta ativa;
• Respeitar, agradecer o interesse e a confiança durante o dialogo;
• Valorizar e parabenizar a pessoa por um comportamento positivo;
• Ouvir e propor mudanças;
• Empatia;
• Saber utilizar o NÃO no momento certo;
• Transmitir informações positivamente;
• Falar com calma e pausadamente - clareza;
• Mostrar cautela e tato nas expressões

O gestor traz consigo todos os conhecimentos, habilidades e atitudes para desenvolver na equipe resultados significativos e assim propor maiores desafios. A comunicação quando utilizada de forma eficaz promove o sucesso profissional.

Ricardo Tomaz
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM COLUNAS E BLOGS