Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Veremos um Papão propositivo ou reativo no Re-Pa?

Carlos Ferreira

Nos dois primeiros jogos, contra Castanhal e Paragominas, o Papão foi reativo. Fechou-se, permitiu maior posse de bola para o adversário e reagiu em contra-ataques. Diante do Madureira e do Carajás já tomou mais iniciativas. E no Re-Pa, qual será a postura do time de Itamar Shulle?

Na estruturação tática, o Remo está alguns degraus acima. Itamar está medindo a evolução do time bicolor a cada dia e deve saber quando e até que ponto o Papão deve ser ousado ou comedido no clássico. Como o Leão tambem tem sua instabilidade, esse Re-Pa está aberto a todas as possibilidades. É jogo para quem tiver maior aplicação tática, maior objetividade e inspiração das peças mais decisivas.

O espírito dos atletas em relação à arbitragem

Até agora, nenhuma polêmica que acirre os ânimos, nada que arme os espíritos. Ainda bem! A conduta dos atletas e dos técnicos será determinante para o sucesso ou fracasso do árbitro Marcos Almeida e assistentes. Sem público, todos os xingamentos e reclamações serão ouvidos.

Estreante em Re-Pa, Marcos Almeida terá que conquistar a confiança das duas equipes em campo, com autoridade, sem usar os cartões como escudo, agindo com sobriedade e com acertos. Mas, a julgar pelos trabalhos que fez nos jogos Bragantino x Remo e Carajás x Paysandu, Marcos Almeida está credenciado para êxito também no clássico.

BAIXINHAS

* O azulino Wellington Silva, 33 anos, um dos estreantes em Re-Pa, é um dos atletas mais experientes em clássicos. Jogou GreNal na base pelo Grêmio e no profissional pelo Inter. No futebol carioca, jogou FlaFlu pelos dois lados e, pelos dois clubes, enfrentou Vasco e Botafogo.

* Israel, 27 anos, lateral direito do Papão, não tem tanta vivência em clássicos regionais, mas é um jogador valente e de força física, bons atributos para o Re-Pa. Currículo de Israel: Marília, Novorizontino, Rio Verde-GO, Portuguesa Santista, Taubaté, Botafogo-PB, CRB e Oliveirense/Portugal.

* Hélio dos Anjos, atualmente no Náutico, passou pelo Re-Pa em 12 jogos (dois pelo Remo em 2005 e 10 pelo Paysandu em 2019 e 2020) sem uma única derrota. Foi campeão estadual pelos dois lados.

* Paulo Bonamigo só perdeu os dois primeiros clássicos dele em Belém, em 2000 (2 x 1, 2 x 1). No mais, cinco vitórias e quatro empates. Portanto, está invicto há nove Re-Pas. Itamar Shulle vai viver o primeiro clássico paraense.

* Ano passado, quando dispensou Mazola Júnior, o Remo negociou e engatilhou Paulo Bonamigo e Itamar Shulle. Optou por Bonamigo, que já chegaria com crédito pelo sucesso que fez no Leão em 2000.

* Wallace, Gabriel Lima e Lucas Tocantins. Três paraenses disputando uma posição no ataque remista e mantendo em alerta o também paraense Dioguinho, que terá sua "prova dos nove" no domingo. 

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA