Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Remo capitaliza bem a vitória no Re-Pa

Carlos Ferreira

Internamente, o Remo tornou-se mais confiante. Externamente, mais respeitado, ao golear o Paysandu no seu principal teste neste início de temporada. Ainda em estruturação, o time azulino vem tendo boa produção ofensiva, mas no sistema defensivo ainda está bem abaixo do time da Série C que até a rodada do acesso havia tomado apenas 12 gols em 23 jogos, média de 0,52 por jogo.

Neste início de temporada, em cinco jogos, o Leão tomou cinco gols e fez 14. São números muito significativos na preparação para o jogo de quinta-feira contra o Independente e muito mais para o jogo da terça, em Maceió, contra o CSA, valendo R$ 1,7 milhão na Copa do Brasil.

 

Papão: hora para sabedoria

A angústia e até eventual revolta de torcedores são compreensíveis. Mas, internamente, o Paysandu tem que reagir com sabedoria à derrota no Re-Pa.

Não se constrói um novo time dentro de competições oficiais sem sofrimento. Desacertos são inevitáveis. O jeito é corrigir e se superar. Afinal, sexta o Papão já encara uma Tuna entusiasmada no Parazão e na terça, na Copa do Brasil, um CRB que está invicto há oito jogos. Esses dois jogos determinar a diferença entre reabilitação e pressão. No que diz respeito ao jogo contra o CRB, reabilitação financeira, principalmente.

 

BAIXINHAS

* CSA enfrenta hoje o Coruripe, pelo campeonato alagoano, no seu 10° jogo em 34 dias. O CRB joga amanhã, contra o CEO, no seu 10° jogo em 35 dias. Maratona que começa a pesar nos próximos adversários de Remo e Paysandu na Copa do Brasil. No mesmo período, Leão e Papäo fizeram cinco jogos cada

* Lucas Tocantins, em menos de 90 minutos, nos jogos contra Esportivo e Paysandu, deu três assistências e fez dois gols. Começo excelente do atacante paraense formado na base do Botafogo/SP, campeão da última Série B pela Chapecoense.

* Acertar o serviço de cobertura na defesa do Papão deve ser a prioridade mais urgente de Itamar Shulle, conforme falhas observadas no Re-Pa. Principalmente no lado direito, onde foi flagrante a falta de sintonia entre Alisson e Israel.

* Se é justo dizer que o árbitro Marcos Almeida e os assistente sairam-se bem no Re-Pa, é mais justo dizer que tiveram sucesso num jogo difícil. Campo encharcado, jogo tenso e intenso, lances que poderiam render polêmica. A missão da arbitragem foi cumprida com pleno êxito.

* Fratura de um dos dedos da mão direita levou Perema a uma cirurgia. O atleta passou a noite de ontem no hospital. Ficam as dúvidas sobre suas condições de jogo.

* Tapajós x Castanhal, Águia x Kiykatejê, jogos de hoje no Parazão. Boto e Japiim vão se enfrentar estreando seus novos técnicos, Flávio Goiano e Cacaio, às 10 da manhã, com transmissão da TV Cultura.

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA