Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

CARLOS FERREIRA

ferreiraliberal@yahoo.com.br

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Re-Pa: quem chega primeiro ao milésimo gol?

Carlos Ferreira

O que mais importa agora é a decisão de quem vai à decisão da Copa Verde. Será o Leão ou será o Papão? Mas também cabe abrir contagem regressiva nos dois clubes para o milésimo gol na história do Re-Pa. Afinal, faltam apenas 33 para o Remo e 35 para o Paysandu. Nos 761 jogos, o placar totalizado está 967 x 965 para o Leão.

Os dois jogos deste ano (4 x 2 para o Leão e 2 x 2) deram larga contribuição nessa estatística, com seis gols azulinos e quatro bicolores. Uma fartura incomum! Neste sábado, mais um Re-Pa, mais uma decisão. Dá para esperar nova fartura de gols? A tendência é para um jogo mais travado, mas não custa nada alimentar a esperança de outro clássico especial em matéria de artilharia e de emoções.

A última impressão é a que pesa

A primeira impressão é a que fica em quase tudo na vida. No futebol isso é bem diferente. A última impressão é que a pesa! A Copa Verde está aí, com Re-Pas, para deixar novas impressões no pós-fracasso de Leão e Papão no Campeonato Brasileiro.

No Remo, Neto Pessoa vai aproveitando muito bem, com sete gols em quatro jogos. Dependendo do que ainda fizer, pode até fechar ano como xodó da torcida. No Paysandu, José Aldo eliminou aquela ideia de que murcha diante da torcida. Ele foi muito aceso na quarta-feira e se espera muito dele também amanhã.

A última impressão pode valer contrato para 2022. Vale muito para quem está em débito, na corda bamba. Jogo de alta "responsa", amanhã, nos interesses individuais.

BAIXINHAS

* O azulino Arthur e o bicolor Leandro Silva são confirmações de que no futebol a última impressão é a que pesa. Os dois tiveram ótimas jornadas no Campeonato Brasileiro e foram festejados. Ao caírem de rendimento, ficaram marcados pelas últimas atualizações.

* Outros fortes exemplos que confirmam a tese são Romércio, Marcos Júnior e Victor Andrade. Exemplo melhor ainda é José Aldo, que empolgou nas primeiras atuações, decepcionou em jogos decisivos e voltou a crescer de cotação.

* Marlon, do Paysandu, é um jogador de lampejos, como no lance em que rasgou a defesa do Remo e carimbou a trave. Teria sido um golaço! Se tivesse regularidade, estaria com a vida ganha. O pernambucano Marlon, de 24 anos, está vinculado ao Papão até 2024. Tem 59 jogos e 9 gols com a camisa bicolor.

* Suspenso, fora do jogo deste sábado, Anderson Uchôa tem a garantia de que vai seguir invicto em Re-Pas. Jogou oito pelo Papão e dois pelo Leão Azul. Fez dois gols, ambos pelo Papão. Uma compensação no Remo para a suspensão de Uchôa é a volta de Lucas Siqueira.

* No mesmo dia em que foi punido pelo STJD, com perda de dois mandos no Campeonato Brasileiro, o Paysandu já produziu nova infração. Arremesso de objetos ao gramado e uso sinalizadores, por torcedores. Tudo registrado na súmula do Re-Pa.

* Se a temporada 2021 vai se fechar com três Re-Pas, a temporada 2022 poderá ter até nove confrontos Remo x Paysandu. Um a três no Parazão, nenhum ou dois na Copa Verde, dois ou quatro na Série C. A próxima CV será simultânea aos campeonatos estaduais. 

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA