Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Possibilidades vão se desenhando na disputa do acesso

Carlos Ferreira

A perspectiva de Remo e Paysandu subirem juntos à Série B vai depender muito da próxima rodada, com os dois jogando em Belém. Sábado, o Papão terá que derrotar o Londrina para entrar na zona de classificação. Domingo, o Leão poderá se manter em posição de acesso até empatando com o Ypiranga. Vencendo, pode ficar a mais uma vitória da sua maior conquista na temporada.

Enquanto o Londrina vem embalado pela primeira vitória como visitante no campeonato, o Ypiranga vem desfalcado de três titulares (suspensos), pressionado pela posição de "lanterna" e revoltado por se julgar vítima de arbitragens.

Constatações sobre Gedoz

Apagadaço nos primeiros jogos, mas, assim mesmo, tendo continuidade de jogos. Vinha dando sinais de melhora gradativa. No Re-Pa finalmente "estreou"! Finalmente, seu talento funcionou, favorecido pelo posicionamento recuado no segundo tempo, numa zona onde teve espaço para criar jogadas, em boa estratégia tática de Paulo Bonamigo. Chamou muito a nossa atenção a festa de todos os jogadores azulinos para o atleta. Ficou claro que Gedoz construiu o seu ambiente no Remo, por quanto é querido pelos colegas.

O despertar de Felipe Gedoz coincide com a recuperação de Eduardo Ramos, que deve ser opção contra o Ypiranga no próximo domingo. Sinais de que está clareando o caminho do Leão Azul para o tão sonhado acesso à Série B.

BAIXINHAS

* Com a derrota do Santa Cruz para o Vila Nova (2 x 1), o Remo isolou-se como time que menos perdeu nesta Série C, até agora: três derrotas. O Leão Azul é também o time menos vazado do campeonato: 11 gols.

* Empresa de investidores portugueses já assume a gestão do futebol e demais esportes olímpicos da Tuna em 2021, se o contrato da parceria for assinado neste fim de ano. No planejamento, a Tuna teria o time mais caro do Parazão e obras imediatas para uma Arena multiuso com 30 mil lugares

* Nicolas, 17 gols na temporada. O atacante do Paysandu está entre os 20 maiores artilheiros do ano no Brasil. Um guerreiro no Re-Pa! O principal do país em 2021 é Caio Dantas, do Sampaio Corrêa, com 24 gols. 17 pelo Sampaio nesta Série B e 7 no campeonato carioca, pelo Boavista, onde foi comandado por Paulo Bonamigo.

* FPF deve confirmar os grupos do Parazão 2021 assim: A - Paysandu, Castanhal, Bragantino, Itupiranga, Tapajós e Tuna. B - Remo, Paragominas, Águia, Independente, Carajás, Gavião. Período do campeonato: 28 de fevereiro a 23 de maio, em 16 datas.

* Provável primeira rodada: Paysandu x Gavião Kiikatejê, Remo x Tuna, Castanhal x Carajás, Tapajós x Paragominas, Bragantino x Independente, Águia x Itupiranga.

* Castanhal contratou o zagueiro/volante ex-bicolor Caíque Oliveira e três do Bragantino: goleiro Axel Lopes, atacantes Canga e Fidélis. Japiim tem outros nomes engatilhados. 

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA