Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Parazão: Leão empata, Papão avança ou nada disso?

Carlos Ferreira

Parazão: Leão empata, Papão avança ou nada disso?
       Se o Remo conquistar o tricampeonato, chega aos mesmos 47 títulos estaduais do Paysandu. Se o Papão levar, amplia a vantagem sobre o rival. Dos demais clubes, o Independente é o único na galeria dos campeões, com o título de 2011. A Tuna (dez titulos) e o Cametá (um) estão fora da festa. O União Esportiva (dois) já foi extinto. 
       Embora não estejam empolgando, os protagonistas Leão e Papão têm o favoritismo de sempre. Dos coadjuvantes, o Bragantino é o mais credenciado. E o campeonato vem aberto a surpresas, como sempre.

      
Pré-temporada com muito menos contratações
       Na pré-temporada de 2019 o Paysandu teve 17 jogadores recém-contratados. Este ano, apenas seis. Um terço, portanto! O Remo começou as atividades do ano passado com 16 novos atletas. Desta vez são nove.
       Claro que as contratações vão continuar, como em 2019 também continuaram. O fato é que os dois clubes conservam base significativa. Isso adianta o processo de construção das equipes. O Leão se planejou para uma folha salarial de R$ 400 mil e o Paysandu R$ 500 mil mensais de janeiro a abril. Parecem estar cumprindo seus orçamentos.


BAIXINHAS
* Maturidade é a característica mais marcante do time bicolor para 2020. Tem jogadores muito experientes na defesa e no meio de campo, e um ataque que se caracteriza mais pelo vigor físico, o que indica uma efetiva primeira linha de marcação.

* Embora tenha sido figura discreta nos amistosos da pré-temporada, Eduardo Ramos é destaque nas avaliações físicas do Remo. A amigos mais próximos, Eduardo, 34 anos, diz que está em ótima forma e que vai render todo o seu potencial nesta temporada.

* Mateus Araújo, goiano, 19 anos, lateral direito, treina no Castanhal com a esperança de fazer no futebol o sucesso que o irmão dele faz na música. Mateus é irmão do sertanejo Felipe Araújo e do falecido Cristiano Araújo.

* Titularidade de Lailson no Remo é a melhor surpresa deste começo de ano. Natural de Oeiras, 22 anos, Lailson é o atleta mais vigoroso da equipe, muito bem encaixado como segundo volante. Atacante Wállace é outro da base também ganhando espaço.

* No Papão a boa surpresa é o atacante Bruce, que foi titular pelo lado direito no domingo em Barcarena. O volante Yure está na agulha para entrar, mas, por enquanto, a dupla de volantes está formada por Caíque Oliveira e Serginho, enquanto PH cumpre suspensão e Uchôa está em recuperação de cirurgia.

* Terminadas as férias do colunista, começa hoje mais um ciclo desta coluna, com os mesmos propósitos de informar, analisar, propor, levantar estatísticas e curiosidades... 

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!