Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Os números e a análise estatística de Paysandu e Náutico para a decisão

Carlos Ferreira

Até que ponto estatísticas podem somar na confiança de uma equipe ou simplesmente podem ser ignoradas? Acho que a situação do Paysandu para essa decisão com o Náutico significa muito pra essa reflexão. Afinal de contas, estamos falando de um Paysandu que não perde há 16 jogos, o que já é um ponto que inspira respeito do Náutico. 

O Papão também é o time que, em igualdade com o Ypiranga, menos tomou gols na competição (Defesa menos vazada, com onze gols tomados em 19 jogos). Mais que isso, o Bicola é o time com melhor aproveitamento jogando fora de casa entre todos os times da Série C, com o melhor aproveitamento - 59% - nos seus nove jogos como visitante, sendo quatro vitórias, quatro empates e apenas uma derrota.

Se nós puxarmos todo histórico desse mesmo Paysandu no campeonato brasileiro, são 469 jogos como visitante com um aproveitamento de 32%. São 32%! E neste campeonato 59%. Então, é só pra colocar aqui um paralelo entre o Paysandu e o Paysandu pra ver como essa equipe tem autoridade pra condição de visitante neste jogo contra o Náutico para passar confiança a sua torcida.

Eu não estou aqui dizendo que o Paysandu vai voltar classificado de Recife. Eu estou mostrando que os números reforçam esta confiança no que o Paysandu pode conseguir lá em Recife. 

É claro que, também por estatísticas, deveríamos aqui - e não podemos deixar de considerar - apontar que o Náutico é o segundo melhor mandante, com 74% de aproveitamento em casa, só está abaixo do São José, que fez 21 pontos, contra os 20 do Timbu em Recife nessa competição. Mas os pernambucanos têm um time muito forte. O Náutico só foi vencido em casa nesse campeonato pelo Ferroviário do Ceará na melhor fase do Ferroviário, que depois desceu a ladeira e acabou não se classificando. Então, o Timbu é um time muito forte em casa, que tem autoridade também. E isso só valoriza o jogo. 

Para alimentar qualquer expectativa e tentar fazer qualquer projeção, não há como não partir dessas referências estatísticas, que são ótimas do Náutico comandante e que são ótimas do Paysandu como visitante, num confronto em que os dois começam do do mesmo 0 a 0 de Belém. 

Portanto, no mínimo, teremos a probabilidade de 100% pra um jogo muito emocionante. É esta a nossa aposta.

VEJA OS NÚMEROS COMPLETOS DE PAYSANDU E NÁUTICO:

Paysandu em 45 Campeonatos Brasileiros

469 jogos como visitante

63 vitórias

145 empates

261 derrotas

32% de aproveitamento

 

Paysandu na atual Série C

09 jogos como visitante

04 vitórias

04 empates

01 derrota

59% de aproveitamento

 

Náutico em casa nesta Série C

09 jogos

06 vitórias

02 empates

01 derrota

74% de aproveitamento

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!