Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

CARLOS FERREIRA

ferreiraliberal@yahoo.com.br

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

O que esperar do Remo na segunda decisão do clube nesta temporada?

Carlos Ferreira

Leão tem, hoje, a segunda decisão no ano

No dia 20 de fevereiro, o Remo fez jogo eliminatório e saiu da Copa do Brasil goleado pelo Brusque, por 5 x 1. Foi o fim da era Rafael Jaques! Hoje, o segundo jogo eliminatório, agora no Parazão, com a vantagem do empate, contra o Castanhal, em plena afirmação da era Mazola Júnior. 

De fevereiro para agosto, um time transformado, embora ainda em reforma. Um Leão que ainda não transmite confiança, mas dá sinais de que vai engrenar e passa as melhores esperanças. Como ameaça, um Castanhal enigmático, que caiu de rendimento, mas tem potencial para virar finalista, se estiver numa noite de inspiração. O jogo de hoje, 50° de Mímica com a camisa azulina, pode significar um salto para o Leão e fechar a temporada do Japiim, ou baquear o Leão e dar vôo ao Jappim. É decisão!

 

Papão: artilharia ainda não funcionou na Serie C

Com a maior artilharia da temporada no futebol paraense (31), o Paysandu sequer saiu do zero em dois jogos na Série C: 0 x 0 com o Santa Cruz e 0 x 2 para o Vila Nova. Sábado, ao receber o Treze na Curuzu, o Papão terá que balançar a rede paraibana e ser consistente na defesa para construir a primeira vitória no campeonato, custe o que custar. O astral já melhorou muito com a classificação à final do Parazão, na vitória sobre o Paragominas, ontem, por 2 x 0

O jogo contra os paraibanos será apenas o terceiro de 18 jogos da fase na Série C, mas time de grande torcida não pode alimentar pressão contrária. Com apenas um ponto em seis disputados no campeonato brasileiro, o Paysandu deve ir a campo "ligado no 12", contra o Treze.

 

BAIXINHAS 

* Fase de classificação da Série C irá até 5 de dezembro. Nessa data, 12 clubes vão se despedir, quatro deles rebaixados à Série D. Os oito classificados irão à disputa do acesso em dois quadrangulares, com seis jogos para cada. Decisão do acesso prevista para 17 de janeiro e a decisão do titulo duas semanas depois. 

* Meia Alexandre, que no Pará se destacou no Independente e no São Raimundo, estará em campo pelo Treze, sábado, contra o Paysandu, na Curuzu. Alexandre fez pré-temporada no Castanhal, mas largou o Japiim ao receber proposta do clube paraibano, onde também está o goleiro reserva Paulo Wanzeler, paraense, fruto do Papão. 

* Remo cerca-se de minuciosos cuidados para jogar em Imperatriz, segunda-feira, pela larga incidência de casos de Covid 19 no time maranhense. A crise do Imperatriz, porém, com o time enfraquecido por muitos desfalques e outros diversos problemas, dá ao Leão grandes chances de obter a terceira vitória na Série C. 

* Mazola Júnior revela que desde 2011, quando Eduardo Ramos brilhou no Náutico, ele gostaria de tê-lo no seu time. Tentou e não conseguiu levá-lo para o Sport Recife, nem para o Vila Nova/GO. Agora, finalmente, estão juntos, no Remo. 

* Mazola criou condições táticas especiais para Eduardo Ramos e está contente com as respostas do atleta a cada treino e a cada jogo. Na avaliação do técnico, o ER se diferencia principalmente pelas decisões acertadas em construção de jogadas. Inteligência acima da média em campo.

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA