Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Nicolas a dois gols da artilharia da Serie C

Carlos Ferreira

Depois de Cacaio (1991, 2a divisão, 14 gols), Bruno Rangel (2010, Série C, 8 gols) e Bergson (2018, Série B, 16 gols), Nicolas pode tornar-se o quarto artilheiro do campeonato brasileiro com a camisa do Paysandu. Com nove gols, ele só está abaixo de Neto Pessoa, do Ypiranga, que tem dez, e William Lira, do já eliminado Ferroviário, que tem onze. Restam três jogos desta fase e a possibilidade de outros dois, se o Papão for à decisão do campeonato.

Nicolas parece ter superado a má fase e se reconciliado com as redes. O atacante gaúcho está confiante e com astral contagiante. Tem 19 gols nesta temporada e 31 gols em 77 jogos no todo, de 2019/2020.

Vinícius, o outro extremo de glória

Se o bicolor Nicolas está tão perto de ser o artilheiro da Série C, o azulino Vinícius já defende a várias rodadas a honra de goleiro menos vazado do campeonato: 12 gols tomados em 21 jogos. Além disso, Vinícius é reconhecido por todos como o melhor goleiro da competição. Um motivo de confiança da nação azulina na confirmação do acesso, que está engatilhado.

Uma nova vitória sobre o Ypiranga, domingo, 20 horas, em Erechim, ainda não daria garantiria a ascensão à Serie B. Mas dificilmente o Leão perderia a vaga com 10 pontos. Como o time gaúcho promete jogar tudo e um pouco mais pela vitória para seguir vivo nas suas aspirações, Vinícius e seus protetores deverão ser exigidos como nunca.

BAIXINHAS

* Das sete artilharias do Pará em campeonatos brasileiros, as duas primeiras foram do Remo, com Rubilota (quatro gols), em 1971, e com Dadinho (seis gols), em 1984. Em ambos os campeonatos, o Leão foi vice da 2a divisão.

* A Tuna teve uma, com Paulo César (seis gols), na Taça de Prata/1985 (2a divisão), empatado com Guilherme do Figueirense. O São Raimundo teve Michel como artilheiro da Série D/2009, com 10 gols, e foi campeão.

* Salatiel saiu da luta do Náutico contra rebaixamento à Série C para ser importante no provável acesso do Remo à Série B. Em nove jogos, Salatiel tornou-se o artilheiro do Leão com quatro gols, um a mais que Tcharlles, Eduardo Ramos e Wállace, que têm três, cada.

* A importância do time de aspirantes no Paysandu está muito clara no aproveitamento de jogadores como Yan, Debu e principalmente Willyam. O jovem volante, fruto da base bicolor, vem sendo muito útil nas suas entradas.

* Ao completar 50 jogos no comando do Remo (36 em 2000 e 14 em 2020), na vitória sobre o Ypiranga, Paulo Bonamigo atingiu 53,3% de aproveitamento: 22 vitórias, 14 empates e 14 derrotas. Em 2000, o acesso conquistado foi "cassado" pela CBF em "virada de mesa". Desta vez, a glória deve vingar.

* Pernambucano Marlon murchou mesmo no Papão. Começou com atuações empolgantes e agora está em sucessivas atuações decepcionantes, repetindo a história do piauiense Matheus Anderson. Menos mal que Matheus Anderson está acordando e deve ser titular na próxima segunda-feira, em Londrina.

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA