Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Hoje, o Papão paraense contra o Leão baiano

Carlos Ferreira

Jacuipense, adversário do Paysandu na jornada de hoje, tem uma derrota (2 x 1 para o Remo), uma vitória (1 x 0 sobre o Manaus), um empate (1 x 1 com o Botafogo) e um jogo adiado, contra o Imperatriz. Começo discreto na Série C para o Leão de Riacho do Jacuípe, que fez ótima campanha no campeonato baiano e que mescla garotos cedidos pelo Vitória com jogadores maduros, como o ex-remista Rafael Bastos. 
O que pode prejudicar o Papão é o rendimento físico. Enquanto o Jacuipense vai fazer o quarto jogo em mês, o Paysandu vai fazer o 11° em 38 dias. E quase todo o time esteve em todos os jogos, inclusive nos dois Re-Pas, que são ainda mais desgastantes. Isso implica em fadiga muscular e exige superação dos atletas. Vai ser assim hoje, contra o Jacuipense, e sábado, contra o Imperatriz

Mesma adversidade para o Leão

Tal como o rival, o Remo também fará o seu 11° jogo em 38 dias. Vai ser amanhã, em Campina Grande, contra o Treze. E tal como o Jacuipense, o Treze também fará o quarto jogo em um mês. A diferença é que o time paraibano está sob pressão. É o "lanterna" do grupo e vem sendo muito cobrado por isso. Portanto, se o Remo tem desgaste físico, o Treze tem desgaste emocional.

O Leão Azul parece absorver bem a perda do título estadual e se apoia no fato de ser o terceiro colocado no grupo, com meta de voltar do nordeste no G4. Domingo vai enfrentar o vice-líder Santa Cruz, em Recife. Depois disso, um jogo por semana. Tempo para repouso, treinos e encaixe de jogadores que o clube está contratando.

BAIXINHAS

* Lista dos 20 jogadores contratados pelo Remo para esta temporada: Everton, Nininho, Keven, Gilberto Alemão, Neguete, Dudu Mandai, Marlon, Charles, Xaves, Gelson, Lucas, Júlio Rusch, Robinho, Douglas Packer, Gustavo Ermel, Giovane, Zé Carlos, Jackson, Tcharlles, Lukinha. Agora o clube busca mais quatro.

* O Paysandu contratou 12: Gabriel Leite, André Grandi, Netinho, Wesley Matos, PH, Serginho, Welington Reis, Luis Felipe, Alex Maranhão, Juninho, Matheus Anderson, Erick Bessa, Uilliam Barros. Ontem Caíque Oliveira foi desligado do elenco. No Remo, dos 20 contratados, Nininho, Lukinha e Jackson já saíram e tem mais gente saindo.

* Punição bem aplicada ao zagueiro Fredson, pela conduta imprudente que resultou em expulsão tola no Re-Pa. Está multado e fora da viagem ao nordeste. Mimica deve compor dupla com Jansen. Gilberto Alemão, Keven e Neguete seriam as outras opções. Digo "seriam" por sinais de Neguete estaria na lista quíntupla das dispensas. Os outros seriam Xaves, Robinho, Packer e Giovane.

* Agora mais ambientado, o meia ofensivo Juninho torna-se opção importante para Hélio dos Anjos, hoje, contra o Jacuipense. É um jogador de quem se espera muito, que causou boa impressão contra o Treze, mas foi apagado contra o Manaus.

* Com Perema suspenso, por ter sido expulso em Manaus, o Paysandu terá hoje Micael e Wesley Matos na zaga, e o garoto Kevin Ceará como opção no banco. Com vitória, hoje, o Papão avança da 8a para a 5a posição. Se empatar, ou perder, fica onde está. 

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!