Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

G4 ou Z2, em que rumo está o Papão?

Carlos Ferreira

Apenas três pontos abaixo do G4, o Papão só precisa reagir no campeonato para voltar à faixa de classificação, até porque o Ferroviário, quarto colocado, está numa sucessão de maus resultados. No entanto, o time bicolor caminha na fronteira do sonhado G4 com a aterrorizante Z2, a zona do rebaixamento. Já na próxima rodada, pode ficar empatado em pontos com o 4° ou com o 9° colocado.

A atuação contra o Santa Cruz, ruim no primeiro e razoável no segundo tempo, teve como grande pecado a ineficiência na marcação. O time bicolor, antes da pandemia bem caracterizado pela consistência defensiva, está se descaracterizando a cada jogo. Não por acaso, está entre os quatro times mais vazados da Série C.

Leão, fisicamente turbinado

Na era de Rafael Jaques, o Remo pagava por uma pré-temporada mal feita. O time se arrastava em campo. Na era Mazola Júnior, com o preparador físico Rony Silva o elenco teve flagrante evolução e o time tornou-se aguerrido, tanto que teve bons resultados mesmo jogando mal. Agora, na era Paulo Bonamigo, o time está "voando". Isso ficou muito claro no segundo tempo do jogo contra o Jacuipense. Renan Bonamigo é o atual preparador físico.

Turbinado fisicamente e se ajustando taticamente, o Leão Azul vai alimentando as melhores expectativas na busca obstinada do acesso à Série B, mas com bastante estrada e obstáculos pela frente. Um novo desafio a cada passo, como o de sábado, em Fortaleza, contra o Ferroviário.

BAIXINHAS

* Goleiros Paulo Ricardo e André Grandi passam a ter expectativa de entrada no time do Paysandu, por conta das sucessivas falhas de Gabriel Leite. Essa vai ser uma questão central nos noticiários e comentários da semana sobre o Papão.

* O novo contrato de Wállace é questão prioritária no Remo. O vínculo do jovem atacante (19 anos) termina no final deste ano. A assinatura do novo contrato deve ocorrer esta semana, conforme as negociações.

* Paysandu, Ituano e Boa Esporte seguem empatados entre as defesas mais vazadas da Série "C (13 gols tomados, cada), superados somente pelo Imperatriz, que já tomou 22 gols e ainda cumpre jogo atrasado na quinta-feira, contra o Jacuipense.

* Volante Charles, contratado pelo Remo sob alta expectativa, pelo que fizera no Santa Cruz, só agora justifica a contratação. Já funciona bem na marcação e começa a ter sucesso no chutes de fora da área. Ao contrário dele, o quase xará, Tcharlles, começou empolgando e já é alvo de justas críticas.

* Com o atacante Vitor Feijão, vindo do Figueirense, e o meia ofensivo Magno Cruz, liberado pelo CRB, o Papão potencializa o setor ofensivo, que já é um dos mais produtivos do campeonato. Maior urgência por soluções, porém, é do setor defensivo, um dos quatro mais vazados da Série C.

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!