Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Carlos Ferreira

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro.

Dupla Re-Pa e o alicerce para toda a temporada

Carlos Ferreira

O Paysandu, que está construindo um novo time, teria problemas futuros de lesões e quedas de rendimento, não fosse a intertemporada que fez no lockdown. Agora, o Papão pode dizer que tem alicerce fisiológico para a temporada. O Remo, que está em reforma, também tirou proveito do lockdown para atividades terapêuticas e de elevação da performance. Leão e Papão vão testar um ao outro domingo, no Re-Pa.

Pelo que parece, o Carajás sofrerá o maior impacto negativo, por ter limitado os treinos ao home office. O Pica Pau só reestreia dia 7, contra o Itupiranga. A Tuna demorou, mas fez uma intertemporada providencial em Salinas e joga sábado contra o Paragominas. Também sábado, Independente x Bragatino. Terça, Águia x Kyikatejê, Tapajós x Castanhal.

 

Leão e Papão, dois jogos antes da Copa do Brasil

Re-Pa no próximo domingo. Depois, Remo x Independente na quinta, dia 8, e Paysandu x Tuna na sexta, dia 9. Azulinos e bicolores vão fazer dois jogos, cada, pelo campeonato estadual, antes de enfrentarem os alagoanos pela Copa do Brasil, dia 13: CSA x Remo, Paysandu x CRB.

Depois da intertemporada em Castanhal e  dois jogos pelo Parazão, Leão e Papão devem chegar "tinindo" para os jogos de R$ 1,7 milhão, daqui a duas semanas. Pelo menos, é o que esperamos! Já os dois rivais de Maceió vão completar 10 jogos em um mês nos duelos com Remo e Paysandu e podem sofrer consequência do desgaste físico.

BAIXINHAS

* CRB trará a Belém o zagueiro Diego Ivo, que teve passagem marcante pelo Paysandu e agora está em disputa com o clube na Justiça do Trabalho. O atacante Aylon é outro ex-bicolor no CRB, que tem ainda o  técnico Roberto Fernandes, ex-bicolor e ex-remista também.

* Salatiel, ex-azulino, jogou apenas 10 minutos nesta temporada, pelo Náutico. É reserva de Kieza. A Série B trará a Belém os ex-remistas Alex Ruan (Brusque) e Marcinho (Botafogo), além de Airton (Cruzeiro), atacante originário do futsal do Leão Azul.

* Se o executivo Felipe Albuquerque deixou algo de bom para o Paysandu foi o contrato de Nicolas, até o fim de 2022, com multa de R$ 5 milhões. Sem essa garantia de contrapartida e longa vinculação, o artilheiro não estaria mais da Curuzu, depois dos acenos do Avaí, Náutico, Sport, Goiás e Vasco.

* Aos 35 anos, muito dependente da sua força física, Marlon sofreu muito no pós Covid. Só agora, dois meses depois, o lateral remista está dando sinais de recuperação da sua melhor forma física. Marlon já cinco gols em Re-Pa, todos pelo Leão, inclusive um olímpico, em 2010.

* Já por conta da limitação de trocas de técnico no campeonato brasileiro, o Paysandu começa a procurar um auxilia-técnico efetivo, que se torne funcionário do clube e fique apto para eventualidades. Os últimos do clube foram Rogerinho Gameleira e Leandro Niehues.

* Castanhal de luto há seis dias pela morte do empresário Reinaldo Gonçalves (Esamaz e Reinafarma), investidor que contribuiu muito para os avanços estruturais do Centro de Treinamentos do Japiim. Consternação plena no clube.

 

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA