Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

CARLOS FERREIRA

Jornalista, radialista e sociólogo. Começou a carreira em Castanhal (PA), em 1981, e fluiu para Belém no rádio, impresso e televisão, sempre na área esportiva. É autor do livro "Pisando na Bola", obra de irreverências casuais do jornalismo. Ganhador do prêmio Bola de Ouro (2004) pelo destaque no jornalismo esportivo brasileiro. | ferreiraliberal@yahoo.com.br

Alento para o Leão na estreia de Gusmão

Carlos Ferreira

Aplicação tática foi a maior virtude do Remo no 0 x 0 com o Figueirense, em Florianópolis. Com o ponto somado, o Remo fechou a rodada no 10° lugar, mas apenas um ponto abaixo do 8° e do 7°, dois pontos abaixo do 6° e do 5° colocados. Portanto, está no bolo. 

O desempenho do time azulino não foi mais que razoável, mas com um sistema defensivo mais ajustado. Sinal de que Gerson Gusmão está conseguindo rápida interferência na identidade do Leão Azul. Domingo, teste de fogo no Re-Pa. Por enquanto, um alento na primeira impressão. 
O Remo já conseguiu sair de campo sem tomar gol. 

Papão: conforto nos números, desconforto no clima

Vice líder, dependendo de mais sete ou oito pontos em sete rodadas para se classificar, o Paysandu tem números para sentir-se muito confortável no campeonato, mas o clima é de desconforto. O time não vem repetindo as atuações que o colocaram nas primeiras posições da Série C e só fez um ponto nos dois últimos jogos. O Papão está em instabilidade ou é uma simples oscilação? Sinal amarelo! 

Esta semana de Re-Pa, que tinha tudo para ser de afagos, está sendo de cobranças. Isso não deixa de ser bom. As cobranças podem fazer o time voltar à plenitude no clássico e se reaprumar no campeonato. Porém, se perder para o rival o time bicolor vai ter dias infernais. Isso eleva o valor do clássico, com muito mais em jogo que os preciosos três pontos. 

BAIXINHAS 

* Dias após o jogo contra o São José, Bruno Leonardo manifestou a intenção de pedir rescisão de contrato, mas foi convencido pelos colegas a seguir no Papão. O atleta continua sendo sinônimo de insegurança no time, cada dia mais pressionado. 

* Paysandu segue liderando a artilharia geral da Série C, com 21 gols, mas agora com o  São José colando com 20. O Volta Redonda tem 19 e o Remo 17 gols. O time menos vazado é o ABC, que só tomou seis gols em 12 jogos

* Amanhã a coluna terá informação nova sobre a deficitária Copa Verde, que está em reavaliação na CBF. A competição oito edições, mas ainda não emplacou como negócio, apesar do relevante diferencial da sustentabilidade. 

* Castanhal é o segundo do seu grupo na Série D, mas tem os mesmos 16 pontos de Tocantinópolis (3°), Pacajus (4°) e Juventude (5°) e vai visitar o Fluminense (6°) que tem 14 pontos. Ou seja, o Japiim pode avançar na pontuação, mas também pode sair da faixa de classificação. A Tuna está eliminada. 

* Jeff Launder eleito ontem novo presidente do TJD paraense. Amanhã, a tão esperada eleição da FPF, com Paulo Romano e Ricardo Gluck Paul disputando a presidência. 

* Campanha pior que a da Tuna nesta Série D foi a do Paysandu na Série C de 2007, com um empate, cinco derrotas e nenhuma vitória, três gols marcados e nove tomados. 62° lugar entre 64 clubes. Time de Gledson, Luciano Gigante, Givanildo, André Conceição, Genilson, técnico Paulo Roberto e companhia.

Carlos Ferreira
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CARLOS FERREIRA