Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Vaza áudio de recrutadora vetando contratação de 'veados', 'pessoas muito gordas', 'feias'

O áudio indica os “tipos” de pessoas que deveriam ser contratadas pela empresa e lista aqueles que não deveriam

O Liberal

Um áudio vazado supostamente de uma profissional de recursos humanos que faz contratações para uma farmácia viralizou nas redes sociais nesta semana. Porem, o motivo não é a oferta de emprego, mas o teor do áudio, que veta a contratação de “veados”, “pessoas muito tatuadas”, “muito gordas”, “feias” e que tenham piercing na língua, nariz ou testa. A gravação foi atribuída a uma farmácia no Rio Grande do Sul, no entanto, a empresa nega qualquer relação com o áudio. As informações são do portal BHAZ.

O áudio indica os “tipos” de pessoas que deveriam ser contratadas pela empresa e lista aqueles que não deveriam. “E uma observação, já estou ligando para as lojas para liberar as vagas para esse mês ainda. Porém vocês sabem, que feio e bonito é o mesmo preço, gente. Então vamos cuidar muito nas nossas contratações. Pessoas muito tatuadas vocês sabe que a empresa não gosta, piercing na língua, no nariz, na testa, não pode, a gente lida com saúde. Pessoas muito gordas… vocês sabem que…”, diz a suposta profissional.

A gravação também tem um trecho homofóbico, onde a interlocutora se refere a homossexuais como “veados”: “Então, assim, cuidem das aparências. Cuidem das aparências. Se pegar alguém, com todo respeito, ‘veado’ e tudo mais, tem que ser uma pessoa alinhada, que não vire a mão, desmunheque e fale. Então vamos cuidar as equipes que a gente vai pegar, vamos pegar gente com a aparência boa, com disposição, com vontade…”.

VEJA MAIS

Mulher acusada de homofobia em padaria terá que indenizar balconista Juíza afirma que ré não conseguiu provar que tenha doença mental

Atletas da seleção brasileira são vítimas de gordofobia durante Olimpíadas: ‘Porca com suéter' A goleira Bárbara, do futebol feminino, e Rebeca, do vôlei, foram julgadas por não terem padrões de beleza impostas pela sociedade

A mulher esclarece que a contratação seja focada em “pessoas bonitas”. “Porque assim… eu tenho feito as entrevistas para as lojas de Imbé e tem muita gente boa disponível no mercado, tá, então não esqueçam. Feio e bonito a gente vai pagar o mesmo preço. Então vamos pegar os bonitos, não somos bobos nem nada. Então por favor, conto com vocês”, encerra.

Farmácia nega acusações

No áudio, o nome da empresa ou da autora do conteúdo não é citado. No entanto, nas mensagens que acompanhavam a mídia, a informação é que se tratava da Farmácia São João, uma das maiores redes de farmácias do estado do Rio Grande do Sul. A repercussão negativa da gravação nas redes sociais fez a rede farmacêutica se pronunciar e negar as acusações.

Crime

No Brasil, é considerado crime praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito por conta da orientação sexual da pessoa. A pena para o crime será de um a três anos, além de multa.

O agravante é para caso de divulgação ampla de ato homofóbico em meios de comunicação, como publicação em rede social. Para o caso, a pena será de dois a cinco anos, além de multa.

Leia a nota na íntegra

“Passo Fundo, 18 de outubro de 2021

Nota de esclarecimento

A Rede de Farmácias São João informa que estão circulando mídias com informações falsas publicadas por pessoas externas e desconhecidas, com o objetivo único de prejudicar a imagem da empresa. Informa também, que já está tomando todas as medidas cabíveis para averiguar e responsabilizar terceiros contra os conteúdos gerados. Alertamos que a publicação de notícias falsas e inverídicas (fake news) no intuito de ofender a honra e a imagem de alguém, pode caracterizar tipos penais descritos nos arts. 138, 139 e 140, todos do Código Penal, cumulados com a majorante do art. 141, III, do Código Penal e com penas de multa e prisão. As Farmácias São João reafirmam seu compromisso com a diversidade. A empresa repudia toda e qualquer manifestação que possa contrariar ao ideal e valores de respeito aos direitos humanos. Temos consciência de que a pluralidade é democrática, faz parte do desenvolvimento sustentável e à preservação das liberdades individuais. A empresa informa que segue firme no seu plano de expansão, em seus princípios e valores. Ainda, este ano, contratará mais de 500 novos colaboradores nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, buscando verdadeiramente um ambiente salutar, onde as pessoas se sintam felizes e acolhidas, independente da sua ideologia, porque são elas que movimentam toda a organização. São aproximadamente 15 mil colaboradores que fazem parte da grande família São João (crescer e compartilhar).

Departamento Jurídico – Rede de Farmácias São João”

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL