Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

‘Teu filho é um maldito de um negro desgraçado’, diz PM da reserva

Polícia investiga homem que admite em vídeo ser racista e ameaça bater em mulher

O Liberal

Um homem aparece em um vídeo dizendo que “não suporta negro” e ameaçando uma mulher. O suspeito é um policial militar da reserva de São Ludgero, município a cerca de 180 km da capital Florianópolis. A Polícia Civil de Santa Catarina vai investigar o caso. As informações foram divulgadas pelo Globo.

No vídeo, ele diz que não suporta negro e chama a interlocutora de "macaca do c...". “Teu filho é um maldito de um negro desgraçado, que é pirracento”, diz o homem, que é questionado pela mulher por que tanto ódio de "moreno".

“Porque eu tenho ódio, porque eu sou racista, porque eu não suporto negro. Eu tenho amigo negro, mas amigo decente, não essa negrada do c..., que é marrento que nem tu”, responde.

A mulher pede para que ele não bata nela. O militar responde com agressividade, pegando um chinelo:

“Quer ver? Fala de novo. Fala de novo, sua macaca do c... Demônio, desgraçada.”

O delegado Éder Matte, responsável pelas delegacias de Braço do Norte e São Ludgero, afirma que foi instaurado nesta sexta-feira, 17, um inquérito para apurar o crime de racismo, de acordo com o artigo 20, Lei nº 7.716 / 1989. O artigo dispõe sobre "praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional". A polícia vai investigar as circunstâncias e a autoria do suposto crime.

A PM-SC confirmou em nota que o homem é sargento da corporação que está na reserva desde março de 2016, e que o caso será encaminhado à Corregedoria-Geral para apuração.

Veja a nota:

A respeito do referido vídeo divulgado recentemente em redes sociais, a Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), por meio do Centro de Comunicação Social vem esclarecer que:

- A PMSC repudia toda e qualquer tipo de violência contra a mulher ou vulnerável, bem como qualquer tipo de racismo. Diante deste fato, a referida ocorrência deverá ser apurada com rigor por todos os processos legais;

- O homem que aparece no vídeo é sargento da PMSC, que está na reserva desde 9 de março de 2016.

- Todo policial militar, seja de ativa ou da reserva, deve seguir em conformidade com os dispositivos previstos no Regulamento Disciplinar da PMSC, Código Penal Militar e legislação penal geral. O caso identificado será encaminhado à Corregedoria-Geral da PMSC.

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL