Repórter é xingada e agredida em unidade de saúde por funcionário

A matéria que a jornalista fazia não tinha relação com o local

Redação Integrada com informações de O Dia

A repórter Julie Alves, do programa 'Fala Baixada', da CNT, foi agredida em uma unidade de saúde em Japeri, região metropolitana do Rio de Janeiro na tarde da última quinta-feira (24). O cinegrafista que a acompanhava também foi alvo das agressões e precisou ser atendido junto com a repórter no posto de saúde. 

As agressões foram feitas por um funcionário público, que também foi racista com os jornalistas. "Ele me chamou de macaca, de piranha, de mandou para a p... que pariu. Isso nunca tinha acontecido comigo. Estou péssima", informou a repórter. A reportagem de Julie Alves não tinha relação direta com a unidade de saúde, mas com um lixão vizinho ao prédio público. 

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BRASIL