Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pai entrega filho à polícia e homem é encontrado morto sem roupa

O jovem foi até o encontro do pai com lesões nas mãos e no peito, além de estar visivelmente transtornado. O homem acionou a polícia, pedindo que uma equipe fosse até a casa do filho checar o ocorrido

O Liberal

Devanir Paltanin, de 46 anos, foi encontrado morto na sexta-feira (25), sem roupa e com lesões e cortes por todo o corpo, enrolado em um cobertor e caído na sala de uma residência em Campo Grande (MS). O suspeito do crime é Carlos Roberto Silva Strogueia, de 24 anos, que foi apontado pelo pai para as autoridades policiais. As informações são do site Campo Grande News.

VEJA MAIS

Suspeito de homicídio no Pará é preso em Santa Catarina enquanto andava de bicicleta
O homem seria membro de uma facção criminosa que cometia 'crimes bárbaros'. Vítima foi morta em Abaetetuba, no ano passado

Casal é preso em flagrante por tráfico de drogas, dentro de boca de fumo, em Salvaterra
Wagner Souza de Oliveira e Sandra Maria do Nascimento Santana ainda teriam tentado se livrar das drogas, jogando-as na descarga, mas não deu certo

O jovem foi até o encontro do pai com lesões nas mãos e no peito, além de estar visivelmente transtornado. De acordo com o depoimento da testemunha, Carlos afirmou que havia brigado com uma pessoa em casa e pediu que o pai o levasse para outro endereço. No entanto, o homem não atendeu ao pedido do filho e acionou a polícia, pedindo que uma equipe fosse até a casa do jovem checar o ocorrido.

No local indicado pelo pai e testemunha, os policiais tiveram que arrombar o imóvel e identificaram um carro estacionado. No quintal, os investigadores conseguiram olhar por uma janela e avistar muito sangue dentro da casa. Roupas e objetos estavam espalhados pelo chão.

A vítima foi encontrada na sala, ao lado de um cachimbo para o consumo de drogas e uma embalagem de preservativo aberta, sem a camisinha. Na pia da cozinha, um cutelo foi deixado.

A cena foi preservada até a chegada da perícia e o caso foi registrado como homicídio qualificado com emprego de veneno, fogo, explosivo, asfixia, tortura ou outro meio indicioso. Não há informações no registro policial sobre prisão no caso.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL