Mulher que levou idoso morto a banco é agredida na cadeia, diz advogada

A defesa de Erika Nunes pediu o isolamento da cliente, que foi aceito pela penitenciária

O Liberal
fonte

A advogada da mulher que levou o tio, um idoso de 68 anos, morto ao banco para sacar um empréstimo diz que sua cliente tem sofrido agressões no Presídio de Benfica, no Rio de Janeiro, onde está detida desde que o crime veio a público, na última terça-feira (16/04). Erika de Souza Vieira Nunes, de 43 anos, tentou acessar um empréstimo de R$ 17 mil ao lado do tio, que estava morto em uma cadeira de rodas.

Em uma entrevista concedida ao g1, a advogada Ana Carla de Souza Corrêa disse que tenta provar um tratamento psiquiátrico da mulher e expôs casos de agressão sofridos na cadeia.

"Erika sofreu represálias dentro da prisão. Ela me relatou que, assim que ela chegou a Benfica, jogaram água e comida nela", contou. Ainda de acordo com ela, a defesa pediu o isolamento da cliente, que foi aceito pela penitenciária: "Pedi o seguro e ela está resguardada, graças a Deus".

VEJA MAIS

image Advogada de mulher que levou homem morto para sacar empréstimo afirma que homem chegou vivo ao banco
Mulher foi presa em flagrante após tentar sacar R$ 17 mil em empréstimo no nome de um idoso, levado ao banco em cadeira de rodas - mas ele estava morto

image Homem morto em cadeira de rodas tem suspeita de intoxicação; sobrinha é presa
Médico analisou imagens gravadas pelos funcionários do banco que mostravam vítima já inconsciente

image Veja detalhes da casa em que idoso morto ao ser levado a banco morava
Colchão em caixote, lona e chão de terra faziam parte da rotina de Paulo Roberto Braga. Vizinhos dizem que ele era um homem solitário, tinha problemas com bebida e passava dificuldades financeiras, sendo ajudado com doações

A advogada de Erika também revelou que a mulher só percebeu a morte do tio quando o Samu chegou no local. "Ela tem depressão, e acreditamos que isso aconteceu. Ela é sobrinha do Paulo, sempre conviveu com ele. Ela cuidava e ajudava no auxílio. Infelizmente, ele ficou debilitado com a última internação", completou.

Sepultamento

No último sábado (20/04), foi realizado o sepultamento do idoso. Paulo Roberto Braga, conhecido como "Tio Paulo", tinha 68 anos e foi enterrado em uma cova comum no Cemitério de Campo Grande, no Rio de Janeiro. A cerimônia de despedida contou com cerca de 15 a 20 pessoas, incluindo amigos, familiares e curiosos.

A família, sem condições financeiras para realizar o sepultamento, solicitou um benefício da prefeitura para poder fazer o enterro gratuitamente. No local, a comoção tomou conta dos presentes no último adeus.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL