Morre idoso que tentou impedir que a filha fosse estuprada

Família foi feita refém por horas por homem que invadiu a residência

Emilly Melo
fonte

O idoso de 76 anos que tentou impedir que a filha fosse estuprada morreu no último sábado (15). O caso aconteceu no dia 2 de outubro e a vítima estava internada na  Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Luís Eduardo Magalhães, na Bahia. Com informações do G1. 

A causa da morte da vítima, identificada como Natálio Gutoski, foi politraumatismo e embolismo pulmonar. O suspeito de cometer o crime foi preso.

O caso

Um jovem de 21 anos foi preso suspeito de invadir uma casa e estuprar uma mulher de 40 anos, em Luís Eduardo Magalhães, na Bahia. Além do abuso sexual, ele também é acusado de espancar os pais da vítima, que são são idosos e têm mais de 70 anos. 

O delegado responsável pelo caso, Joaquim Rodrigues, afirmou que o homem manteve a família refém durante quatro horas. O suspeito teria entrado no imóvel por meio de uma janela e ido até o quarto da mulher, onde cometeu o crime. 

O casal de idosos, de 72 e 76 anos, tentaram impedir o estupro, mas foram espancados pelo sujeito. Após o crime, o suspeito fugiu do local, mas foi localizado pela polícia. Ele responderá pelo crime de estupro e dupla tentativa de homicídio. 

Em entrevista a TV Oeste, o delegado Joaquim Rodrigues contou que o suspeito afirmou que estava embriagado no momento do crime.

"Ele falou que estava bebendo cachaça e que depois entrou na residência, diz que não lembra muito bem o que fez. Hoje ele estava completamente lúcido, sem nenhum sinal de embriaguez", explicou.

 

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Keila Ferreira, coordenadora do Núcleo de Política)

Palavras-chave

Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL