Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ministério da Saúde incorpora ao SUS medicamento para tratar osteoporose

A doença é a principal causa de fratura em pessoas acima de 50 anos

Luciana Carvalho

O Ministério da Saúde (MS) publicou hoje (21), no Diário Oficial da União, a portaria que incorpora na lista de medicamentos oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o ácido zoledrônico, medicamento usado para o tratamento de pacientes com osteoporose que apresentam intolerância ou dificuldades de deglutição dos bisfosfonatos orais. As informações são da Agência Brasil.

A incorporação do medicamento atende a uma recomendação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (Conitec) do MS. De acordo com a publicação, o medicamento deverá estar disponível à população no SUS no prazo máximo de 180 dias.

A osteoporose atinge o metabolismo dos ossos, diminuindo a massa óssea e comprometendo a estrutura dos tecidos responsáveis pela formação dos ossos. A doença é a principal causa de fratura em pessoas acima de 50 anos.

VEJA MAIS

Marituba vacina crianças de 3 a 5 anos a partir desta quarta-feira (20), saiba quais são os locais
A imunização começa hoje (20), às 18h

Sespa implanta serviço de teleconsultas em 47 municípios; saiba onde e como acessar
Mais de 11 mil atendimentos já foram feitos desde julho do ano passado. Curralinho e Vitória do Xingu são os novos municípios com o recurso.

Pará teve mais de 2,7 mil internações por asma em 2021; tratamento é gratuito pelo SUS
A asma é uma doença que afeta as vias aéreas ou brônquios devido a inflamação e é um dos principais problemas de saúde no Brasil.

O Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) do MS já disponibiliza no SUS o uso de Vitamina D e Cálcio, raloxifeno, estrógenos conjugados, calcitonina (spray nasal) e os bisfosfonatos orais (alendronato e risedronato) para o tratamento de pacientes com osteoporose.

Segundo a Conitec, a incorporação do ácido zoledrônico se deve, entre outras razões, a sua alta capacidade de se ligar ao osso mineralizado. Ao ser administrado, o medicamento age rapidamente no osso, inibindo o desequilíbrio entre a reabsorção de cálcio e a remodelação óssea.

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política).

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL