Irmãos do pornô, amazonenses gastam R$ 40 mil nos cartões de vítima

Após ‘Boa noite, Cinderela’, mulher acorda na praia e percebe rombo na conta bancária

Redação Integrada com informações do Extra
fonte

Os atores amazonenses de filmes pornôs João Bosco Rodrigues Junior e Jemison Portela dos Santos são investigados pela Polícia Civil do Rio. Eles são suspeitos de aplicar o golpe conhecido como “Boa noite, Cinderela”, no Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro, e deixar um rombo de R$ 40 mil na conta bancária de uma vítima depois de dopá-la.

O delegado Felipe Santoro, titular da 13ª DP (Ipanema), relata que a mulher bebia com um amigo no bar, na madrugada do último dia 15, quando os irmãos se aproximaram deles. Eles continuaram conversando com a vítima após o amigo ir embora por estar se sentido mal.

A vítima disse à polícia que a última lembrança foi de os três entrando em um táxi. Ela acordou na Praia de Botafogo, sem os pertences, na manhã seguinte. A vítima teve então o conhecimento das transações bancárias feitas pelos criminosos.

“Nós estamos fazendo diligências para apurar a participação de outras pessoas nesse caso, inclusive os beneficiários das transferências realizadas. Há indícios de que se trata de uma quadrilha que praticava golpes em alguns estados, em especial Rio de Janeiro e em São Paulo. É importante que as vítimas desses criminosos compareçam à delegacia”, explicou Santoro.

Os irmãos João e Jemison tiveram a prisão temporária por roubo decretada pela Justiça. João foi preso na sexta-feira, 23, acusado de praticar um golpe semelhante no bairro dos Jardins, em São Paulo. Jemison está foragido.

Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL